ISSN 0376-4362  versão impressa
ISSN 1688-4809  versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES



Política editorial

Normas Gerais

Normas de redaçao para Artigos Originais



Política editorial

A Revista Veterinária é uma publicação científica periódica, que visa publicar artigos originais e não publicados sobre temas de interesse para a Ciência Veterinária no seu sentido mais amplo, incluindo temas de saúde e bem-estar animal, produção animal, alimentos de origem animal e outras ciências relacionadas ao veterinário.

 A Veterinaria (Montevidéu) possui um sistema de revisão externa simples simples.
 
Todas as obras recebidas são avaliadas por árbitros especializados de experiência reconhecida no assunto, dados pelos antecedentes de publicações em revistas de primeiro nível. Os documentos recebidos que incluem a experimentação animal, devem detalhar claramente seu ajuste aos padrões internacionais de ética, bem como uma declaração que foi preparada respeitando as recomendações internacionais sobre pesquisa clínica (Declaração de Helsinki da World Medical Association, revisão de 1996) ou, se fosse o caso, sobre pesquisa com animais de laboratório.

 


 

 

 Normas Gerais

Os trabalhos serão enviados exclusivamente por e-mail para: editor@revistasmvu.com.uy

Os idiomas aceitos para submissão de artigos a esta revista são espanhol, português ou inglês. Em todos os casos, deve ser incluído um resumo e palavras- chave em inglês, espanhol e português. O texto deve ser em formato "DOC", "DOCX" ou "RTF" e não deve exceder 25 páginas tamanho A4 (incluindo Referências), com margens de 2,5 cm em cada lado, fonte Times New Roman de 12 pontos com espaçamento 1,5 e numeração contínua.

Tabelas (a tabela de palavras deve ser usada) deve ir ao final do manuscrito, cada uma em uma página separada e em texto editável (não colado como imagens), com os títulos acima deles. As figuras (a figura da palavra deve ser usada) devem ir em arquivos (JPG ou PNG) independentes do manuscrito (um arquivo por figura). As legendas das figuras estão em uma folha separada, seguindo a bibliografia e antes das tabelas. Nas figuras (quando apropriado), use quadros em preto e branco (não em cores). Ambas as tabelas e figuras devem ser auto-explicativas (devem ser entendidas independentemente do corpo do manuscrito). Um máximo de cinco fotografias ou impressões, em cores ou em preto e branco, podem ser incluídas como figuras. As figuras (gráficos, imagens fotográficas ou desenhos) serão apresentadas em formatos jpg ou png com uma resolução de pelo menos 600px de largura.

Os artigos devem ser originais e não publicados. O autor principal ou correspondente deve enviar uma nota assinada por ele e os outros autores por e-mail indicando endereço postal completo, telefone, fax e e-mail, afirmando que eles são responsáveis ​​pelo conteúdo do trabalho e que não foi publicado ou Ele foi enviado simultaneamente para nenhuma outra publicação periódica. Excepcionalmente, a revista publicará artigos de divulgação de especial interesse, que serão previamente revisados ​​pelo Conselho Editorial.

Os documentos recebidos serão revisados ​​primeiro pelo Conselho Editorial, que nomeará dois árbitros (avaliadores) para sua avaliação, podendo dar-lhe os seguintes destinos: aceitá-los, devolvê-los aos autores para sua adaptação ou rejeitá-los. O Conselho Editorial pode decidir devolver o manuscrito aos autores para adaptação ou mesmo sua rejeição definitiva se considerar que o manuscrito não é adequado para ser enviado aos revisores. Sem prejuízo do pedido do autor, o Conselho Editorial classificará os manuscritos recebidos em:

1. Artigo original
2. Nota técnica
4. Revisão

Os trabalhos aceitos para publicação se tornaram propriedade intelectual da SMVU deixando os direitos de publicação do trabalho sob sua responsabilidade. As reproduções parciais ou totais só podem ser feitas com a autorização escrita do editor.


1. Artigos originais
É uma publicação que descreve resultados originais que contêm informações suficientes para que outro pesquisador possa: avaliar as observações, repetir as experiências e verificar as conclusões. O texto deve expressar o rigor científico do trabalho com lógica, clareza e precisão, com uma extensão máxima de 7500 palavras e será apoiado pelas citações bibliográficas essenciais. Só funciona cujos resultados não foram publicados anteriormente, exceto em um formato preliminar (exemplo : resumos em congressos, simpósios ou conferências).


2. Notas técnicas
Estes são trabalhos concisos mas completos que descrevem uma investigação ou relatório limitado em extensão, ou que resulta da combinação de um resultado específico visto em um contexto diferente com uma interpretação nova. Os primeiros diagnósticos ou relatos de casos podem ser incluídos nesta categoria de trabalho. Seu conteúdo, que não será incluído em um artigo completo, deve ser de interesse suficiente para motivar sua publicação. O texto, expresso em uma lógica, clara e concisa, não deve exceder 3500 palavras e seguirá o mesmo formato que os artigos completos.


3. Comentários
Os artigos de revisão devem abordar tópicos relacionados ao escopo da revista e que são de interesse atual e consistirão em uma forma de sistematizar a informação existente sobre um tópico e uma análise crítica dos autores. O texto, expresso em termos lógicos, claros e precisos, deve ser apoiado na bibliografia internacional recente e terá um comprimento máximo de 9000 palavras. Os autores devem ter experiência comprovada em pesquisa na área de conhecimento da revisão. Eles podem ser enviados pelos autores ou por convite do Conselho Editorial.

 


 

 

 Normas de redaçao para Artigos Originais

Título: Será breve e claro, refletindo exatamente o que o trabalho contém. Escrito em minúsculas e evitando o uso de abreviaturas. O título em inglês deve ser incluído após o título em espanhol.

Nome dos Autores: Nome completo (ou primeiro nome completo) e sobrenome dos autores. Exemplo: Laura Vidal1, José Gómez2 *

Sob o nome Endereço. Exemplo:

1 Departamento de Bovinos, Faculdade de Ciências Veterinárias, Suipacha 698, Buenos Aires, Argentina;

2 Departamento de Bovinos, Faculdade de Veterinária, UdelaR. Somente o endereço postal completo do autor ou correspondência responsável será detalhado, para os outros autores apenas o nome da instituição.

* Autor para correspondência (incluir e-mail).

Resumo
Ele dará uma idéia clara e precisa do conteúdo do artigo, contendo (sem legendas): objetivos, metodologia, resultados, conclusão. Não deve exceder 250 palavras, escrito em um único parágrafo após o título do título e os autores. Deve ser escrito no passado.

Seguindo o resumo, as "palavras-chave" (máximo cinco, separadas por vírgulas), obtidas a partir do texto global do artigo, serão incluídas na linha. As palavras-chave são usadas para facilitar os mecanismos de busca nas plataformas de indexação, pelo que é sugerido evitar palavras incluídas no título do trabalho.

Resumo
Deve ter o mesmo conteúdo que o resumo em espanhol, escrito em inglês correto. Inclua "palavras-chave" abaixo e em uma linha separada.

Introdução
Deve ser conciso e fornecer os antecedentes nacionais e internacionais recentes e relevantes sobre o assunto. Deve transmitir a importância ou a transcendência da pesquisa que está sendo comunicada. Recomenda-se evitar uma revisão excessivamente detalhada da literatura ou um mero resumo dos resultados obtidos por outros autores. Em vez disso, os fundamentos científicos do estudo devem ser dados e as hipóteses de trabalho claramente definidas, para justificar a importância do artigo. No último parágrafo deve especificar os objetivos do trabalho.

Materiais e métodos
Os autores devem fornecer detalhes suficientes para que outro pesquisador possa repetir os experimentos. Deve ser escrito no passado e na terceira pessoa do singular ou do plural conforme apropriado. Descreva claramente o desenho experimental, bem como os animais utilizados (por exemplo, número, espécie, gênero, raça, idade). Mencionar reagentes, medicamentos ou medicamentos por seu nome genérico ou químico ou por marcas registradas. Os métodos e procedimentos devem ser referenciados bibliograficamente e incluir em detalhes modificações de técnicas, se aplicável. Todos os detalhes (tempos, temperaturas, etc.) devem ser claramente especificados. No caso de procedimentos envolvendo animais, o protocolo experimental deve ter aprovação do comitê competente de biossegurança e bioética. Os métodos de análise estatística devem ser claramente definidos, incluindo os efeitos, observações e unidades / s experimentados. Recomenda-se incluir os modelos utilizados para a análise. Os níveis de probabilidade utilizados para declarar diferenças significativas e / ou tendências devem ser indicados.

Resultados
A descrição dos resultados obtidos deve ser apresentada de forma clara e concisa. Primeiro, faça uma descrição geral deles e, em seguida, você insira em tabelas ou figuras os dados das experiências. Os dados repetitivos ou muito longos não devem ser apresentados. As medições do sistema métrico ou outras medidas convencionais devem ser utilizadas. Em todos os resultados, o nível de significância deve ser indicado. Ele deve ser escrito no passado e na terceira pessoa do singular ou plural de acordo com o correspondente.

Discussão
A discussão consiste na busca de uma explicação dos resultados obtidos, para o qual se faz uma comparação com dados da literatura. A repetição dos resultados deve ser evitada neste item, bem como a simples comparação dos resultados com os de outros autores. Em vez disso, as relações entre os fatos observados devem ser mostradas, contrastando-as com a hipótese do próprio experimento e / ou com as teorias, resultados ou conclusões de outros autores para explicar os achados. Referências bibliográficas devem ser aplicadas ao experimento e não superadas com detalhes não estudados. O significado dos resultados deve ser indicado, evitando repetições. Escrito no passado na terceira pessoa do singular ou plural conforme apropriado.

Conclusões
As conclusões devem ser claras, concisas e precisas e devem refletir a informação apresentada em termos das hipóteses e dos objetivos estabelecidos. As conclusões parciais obtidas a partir de diferentes resultados do trabalho devem ser resumidas e globalizadas. Evite conclusões excessivamente gerais. Deve haver uma coerência total entre os objetivos, os resultados e as conclusões, e este item pode incluir recomendações ou implicações do trabalho.

Reconhecimentos
O nome das pessoas e a instituição a que pertencem deve ser incluído, fazendo o motivo do reconhecimento. Deve ser escrito de forma concisa e referir-se a materiais ou equipamentos e suporte financeiro.

Bibliografia e Referências A revista usa o formato APA para referências bibliográficas. Recomenda-se que preste atenção especial dado que os trabalhos mal referenciados não serão aceitos.

No texto: O autor ou autores (se houver dois), o último nome de cada um separado por "e", seguido de uma vírgula e do ano de publicação (Exemplo: González e Rodríguez, 2005). Se houver mais de três autores, a forma "y col." Será usada, seguida do ano de publicação (Exemplo: (Riet-Correa et al., 1984). Nos casos em que mais de uma citação é referenciada, elas serão ordenadas alfabeticamente e eles serão separados por ponto e vírgula, e as citações que são usadas como backup não devem ser superiores a quatro para cada conteúdo.

As referências devem ser colocadas em ordem alfabética dos autores. Isso deve ser feito da seguinte maneira: Sobrenome seguido por um espaço e depois o (s) inicial (es) seguido por uma vírgula. Por exemplo: González R. Se houvesse vários autores devem ser separados uns dos outros por uma vírgula (,). Em seguida, o ano da publicação será colocado entre parênteses. Exemplo: González R, López A. (1989). Mais de uma referência pelo mesmo autor será ordenada em ordem cronológica decrescente. Após o ano, o título do item final será escrito em questão.

Os periódicos científicos serão citados de acordo com abreviaturas convencionais, por exemplo, Am J VetRes (sem ponto em abreviaturas), seguido de números de volume e página precedidos por dois pontos. Exemplo: Dobson JM, Samuel S, Milstein H, Rogers K, WoodJL. (2002). Neoplasia canina no Reino Unido: estimativas de taxas de câncer de uma população de cães. J Small Anim Pract 43: 240-246.

No caso da nomeação de livros, indicará Autores (Ano) Título, número de edição (exceto o primeiro), editando cidade, Editorial, número de páginas do livro. Exemplo: Rosemberger G. (1983). Doenças do gado. 2a. ed. Berlim, Ed. Paul Parey 577 p.

No caso da captação do capítulo capítulo, Autores (Ano) Título do capítulo, In: Autores (com os editores entre parênteses, se houver) do livro, Título do livro, Edição, Local de edição, Editor, serão indicados. Páginas iniciais e finais do capítulo precedidas de pp e entre o script. Exemplo: Dirksen G. (1983). Doenças do sistema digestivo. Em: Rosemberger G. Doenças do gado. 2a.ed. Berlim, Ed. Paul Parey pp. 235-242.

Na reunião do congresso: Autores (Ano) Título do artigo. Nome do congresso. Número principal do livro de resumos do congresso, Cidade, País, páginas.

Na nomeação de uma tese: Autores (Ano) Título da tese. Tipo de tese (por exemplo: médico veterinário), instituição, cidade, país.

Tabelas As tabelas devem ter um número de identificação correlativo que corresponde ao texto em algarismos arábicos (1, 2, 3, etc.). As tabelas devem ter um número de identificação correlativo que aparecerá no texto e conterá um texto de título no topo. Reitera-se que eles devem ser incluídos no final do manuscrito, cada um em uma folha separada e em texto editável (não colado como imagens). O formato deve ser simples, com linhas horizontais de cor preta, sem linhas verticais e com linhas horizontais simples que separam o título das colunas de dados e em preto. Você pode incluir notas na parte inferior da tabela, explicando as abreviaturas contidas nela, em uma letra de tamanho 10 pontos, para permitir que a tabela seja auto-explicativa.
Exemplo de título: Tabela 1. Variação da temperatura em função do tempo.
Exemplo de uma tabela: T = temperatura, t = tempo (em minutos). Se a tabela não for original, cite a fonte (Autor e ano) no rodapé da tabela.

Figuras As figuras devem ter um número de identificação correlativo que corresponde ao texto em algarismos arábicos (1, 2, 3, etc.) e contém um texto de definição de conteúdo (legenda), que inclui a definição dos símbolos utilizados. As lendas (que, como observado, serão separadas dele, no arquivo do manuscrito após a bibliografia e antes das tabelas) devem permitir que a figura seja auto-explicativa. Enhistograms ou gráficos de linha usam apenas preto e branco e diferenciam barras com diferentes molduras e linhas pontilhadas, sólidas, etc. Recomenda-se incluir medidas de dispersão (desvio, erro padrão, etc.) nos gráficos de barras e linhas que contenham dados. Se a figura não for original, cite a fonte (Autor e ano) na nota de rodapé. Reitera-se que todas as figuras (gráficos, imagens fotográficas ou desenhos) serão apresentadas em formatos jpg ou png com uma resolução de pelo menos 600px de largura. Os números devem ser limitados ao mínimo indispensável. As fotos devem conter uma escala de referência.

Equações As equações serão enviadas no mesmo formato que as figuras, numeradas separadamente com a palavra "equação" seguida de um número (equação 1, equação 2, etc.). O esclarecimento dos símbolos utilizados será incluído no texto do manuscrito, abaixo da linha onde é indicado que a equação deve ir (veja abaixo)

Os autores devem indicar, dentro do manuscrito, o lugar onde cada uma das tabelas, figuras e equações que fazem parte do trabalho deve ser inserida, incluindo uma linha com o texto "inserir tabela XX aqui", "inserir figura YY aqui "ou" inserir equação ZZ aqui ", conforme apropriado.

 


 



 

[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinatura]


Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons
© 2015 Facultad de Veterinaria - Universidad de la República
Cerro Largo 1895
Montevideo - Uruguay
C.P.: 11200 Montevideo - Uruguay
Tel: (598) 2408-6174 / (598) 2409-9458


revista.veterinaria@fvet.edu.uy