ISSN 1688-8375 versão impressa
ISSN 
2393-6606 versão online

SOBRE NÓS

 


 

 

Foco e escopo

A revista Enfermería: Cuidados Humanizados é publicada pela Facultad de Ciencias da Universidad Católica del Uruguay para divulgar o conhecimento da disciplina e ciências afins em nível nacional e internacional. A revista aceita trabalhos relacionados ao Cuidado Humanizado, promovendo trabalho interdisciplinar de Enfermagem, Medicina, Nutrição, Fisioterapia, Antrolopatia, Psicologia, Bioética, Filosofia e todas as ciências relacionadas.

É uma publicação científica, indexada e arbitrada. A revista está indexada em Latindex e REDIB; distribuídos nas bases de dados ScieloBVS, Lilacs, DialnetEBSCOCuiden e MIAR; e registrados no DOAJLatinREV e Timbó. Além disso, a revista é membro da Asociación Uruguaya de Revistas Académicas (AURA) e também está presente na rede social Twitter.

Enfermería: Cuidados Humanizados publica artigos originais em espanhol, inglês e português. Desde 2018, a publicação da revista é bilíngue: publica o artigo no idioma original e em inglês. As traduções são solicitadas aos autores assim que o artigo for aceito, e devem ser preparadas por um tradutor especialista.

Políticas da Seção

Editorial. Esta seção inclui comentários e reflexões sobre um novo tema relacionado ao cuidado ou às ciências da saúde em geral. Os editoriais geralmente são escritos por ordem da equipe editorial da revista, embora a revista esteja aberta a propostas sobre temas e autores que possam desenvolvê-los.

Artigos originais. Nesta seção são publicados trabalhos de pesquisa realizados com metodologias qualitativas, quantitativas ou ambas, revisões sistemáticas e revisões integrativas que tratem de qualquer aspecto relacionado ao cuidado e outras questões de saúde. O manuscrito não deve exceder 7.500 palavras (excluindo bibliografia e figuras ou tabelas). São permitidas até 30 referências bibliográficas e até 6 tabelas ou figuras. Até 6 autores são permitidos neste tipo de artigo. Seção revisada por pares em um sistema duplo-cego.

Breves originais. Nesta seção são publicados relatos de casos e/ou séries de casos, com extensão de 3.000 palavras (excluindo tabelas, figuras e referências). Deve ser estruturado em: título, resumo, palavras-chave, introdução, descrição do caso, discussão, conclusão e recomendações, e referências bibliográficas. Seção revisada por pares em sistema duplo-cego.

Frequência de publicação

A partir do ano de 2022, a revista Enfermería: Cuidados Humanizados passa a ser publicada na modalidade de publicação contínua. Os artigos são publicados à medida que seu processo de edição é concluído e compõem dois números por ano: o primeiro de janeiro a junho e o segundo de julho a dezembro, completando um volume anual.

Fontes de financiamento

Enfermería: Cuidados Humanizados foi criada em 2012, e atualmente faz parte da Facultad de Ciencias de la Salud e da Vicerrectoría de Investigación y Desarrollo. É financiado pela Universidad Católica del Uruguay.

A publicação em Enfermería: Cuidados Humanizados não tem custo para os autores. Os custos do processo editorial são suportados pela Universidad Católica del Uruguay; embora os autores sejam responsáveis ​​por fornecer a versão traduzida de cada manuscrito aceito, uma tradução que deve ser feita por especialistas. A revista não cobra assinaturas; o acesso ao texto completo dos artigos é gratuito e gratuito.

Política de acesso aberto

Esta revista proporciona um acesso aberto de todo seu conteúdo. Sob a Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0) os usuários têm autorização para visualizar, descarregar, armazenar, imprimir, buscar, indexar e criar enlaces aos textos, na medida em que o uso seja sem fins comerciais e que a fonte original e a que pessoa a cargo de sua autoria sejam citadas em todos os casos e situações.

Os autores são livres para arquivar seus artigos nos repositórios institucionais e/ou em suas páginas web pessoais, fazendo menção à publicação com os dados correspondentes.

Processo editorial

  • Recepção do manuscrito e avaliação da primeira fase

As contribuições dos autores são gerenciadas pelo Editor Científico e pelo Editor Técnico sob o conselho dos membros dos Comitês Editoriais. Verificado o cumprimento dos requisitos formais da publicação, esta é analisada numa primeira fase pela equipa editorial, que pode: a) aceitá-la para revisão externa, b) sugerir modificações ou c) rejeitar a submissão em primeira instância. Esta primeira fase leva de 1 a 3 meses, dependendo do volume de artigos recebidos pela revista.

  • Avaliação da segunda fase, pares duplo-cegos

Os artigos são encaminhados para avaliação a juízes especialistas na área, à razão de dois por trabalho. Quando se trata de uma área de fronteira em um campo de ciências, os árbitros necessários são enviados. No processo de avaliação, é tomado extremo cuidado para manter a confidencialidade dos autores-árbitros (sistema duplo-cego). A revista possui um formulário de avaliação de artigos, como guia para arbitragem. Três resultados podem emergir desta fase: a) Publicável sem alterações, b) Publicável com alterações ec) Não publicável. A taxa média de rejeição de artigos para 2021 foi de 27,7%.

Em todos os casos, os avaliadores elaboram um relatório que fundamenta sua opinião. O Conselho Editorial poderá recorrer a outros pareceristas, nos casos em que as conclusões dos avaliadores designados sejam incompatíveis entre si ou existam dúvidas quanto a aspectos metodológicos.

O processo de avaliação de cada artigo leva em média 3 meses, podendo variar dependendo do conteúdo das considerações ou da necessidade de consultas com outros especialistas. A avaliação dos avaliadores é analisada pelo Editor Científico, que elabora uma comunicação aos autores sobre o resultado da avaliação. Eles devem fazer as modificações solicitadas dentro de aproximadamente 1 mês. Por fim, o Editor Científico é responsável pela decisão final sobre a aceitação ou rejeição dos artigos. Esta decisão é definitiva.

  • Tradução e publicação

Uma vez aceita a versão final do manuscrito, solicita-se aos autores que forneçam uma versão traduzida para o inglês. As traduções devem ser realizadas por um tradutor especializado que garanta a qualidade do trabalho.

A Equipe Técnica é responsável pela edição e diagramação do manuscrito e, se necessário, se comunica com os autores para fazer ajustes antes da publicação.

Uma vez que um manuscrito tenha sido aceito para publicação, o Comitê Editorial se reserva o direito de decidir em qual ordem, número e volume ele será publicado.

Política de detecção de plágio

Ao submeter seus artigos, os autores declaram que são originais e inéditos e que estão livres de plágio, inclusive autoplágio. Os autores devem indicar, em nota de rodapé na primeira página, se seus artigos são baseados em material disponível em publicações anteriores, repositórios ou na web. Os conteúdos reutilizados nos manuscritos devem ser devidamente referenciados de acordo com as Diretrizes para Autores.

Para garantir a originalidade e o caráter inédito dos artigos, EEnfermería: Cuidados Humanizados analisa todos os artigos que recebe com o software antiplágio Crossref e Unicheck.

Em caso de suspeita de plágio, procedemos com base nas recomendações da COPE, onde os revisores se comprometem a relatar possíveis fraudes ou plágio da pesquisa avaliada. Em casos positivos de plágio, as ações correspondentes serão tomadas para sancionar o não cumprimento dos princípios éticos aos quais a revista adere.

En caso de duda y detección de plagio en los artículos, la política de la revista es:

  1. Si existe plagio previo al proceso de evaluación, dependiendo del grado y la gravedad, se podrá rechazar el artículo o pedir las modificaciones pertinentes.
  2. Si existe plagio durante la evaluación del artículo, se pondrá en contacto con todos los autores del artículo explicando la situación. Se podrá rechazar el artículo o pedir las modificaciones pertinentes.

Princípios éticos e boas práticas editoriais

A revista Enfermería: Cuidados Humanizados adere aos princípios éticos universais, tais como contribuir para o bem comum com as contribuições que a revista faz à sociedade e em particular ao conhecimento das disciplinas, igualdade de oportunidades para publicar artigos em condições de igualdade que cumpram com os regulamentos previamente estabelecidos. Ela rejeita qualquer tipo de discriminação individual ou grupal, protege a discrição e a confidencialidade, mantendo o nome dos autores dos trabalhos recebidos, o nome dos pares e dos artigos selecionados para publicação, a veracidade das informações fornecidas e a transparência em todas as etapas do processo de seleção e publicação dos artigos selecionados. A revista assume que cada pesquisa a ser publicada preencheu previamente o requisito de ser avaliada pelo respectivo Comitê de Ética, estipulando assim claramente o procedimento utilizado para obter o consentimento livre e esclarecido. Desta forma, há provas de que o anonimato e a confidencialidade das pessoas envolvidas na pesquisa foram assegurados.

Todos os envolvidos no processo editorial Enfermería: Cuidados Humanizados (editores, autores, revisores) devem atuar de acordo com os padrões éticos para garantir o cumprimento das melhores práticas editoriais e um compromisso com os mais altos padrões profissionais.

Os membros da Comitê Editorial comprometem-se a analisar objetivamente todas as colaborações recebidas e a cumprir um procedimento que garanta qualidade e transparência. É responsabilidade do Comitê Editorial selecionar os revisores adequados para cada artigo, bem como garantir a confidencialidade do processo. É seu dever cumprir os prazos estipulados para responder a cada pedido. O Comitê Editorial deve estar atento a quaisquer queixas éticas, conflitos de interesse ou reivindicações de qualquer tipo sobre os postulados e dar aos autores a oportunidade de se defenderem.

Os autores são obrigados a garantir a originalidade de seus artigos, bem como a transparência no processo de pesquisa e a veracidade de seus resultados. Os autores enviarão uma declaração assinada indicando que as obras são sua autoria, são inéditos e não são postulados simultaneamente em outras publicações. Autores que assinam um artigo devem ter contribuído substancialmente no trabalho (concepção, coleta de dados, interpretação e análise de dados, redação, revisão).É também obrigação dos autores atribuir o crédito a qualquer pessoa e a todos os tipos de trabalho em que basearam seu trabalho ou suas partes, de acordo com o formato estipulado nas diretrizes para envios. Os autores devem tornar explícita a existência de conflitos de interesse, bem como qualquer financiamento que tenham recebido para realizar o trabalho.

Os revisores realizam a arbitragem dos artigos de forma voluntária, com a missão de contribuir para a melhoria da qualidade do trabalho, através de uma revisão objetiva e construtiva. Para isso, eles comprometem-se a seguir as diretrizes de avaliação fornecidas pela Dixit e a cumprir as políticas do processo de avaliação e os prazos estabelecidos para a tarefa. É responsabilidade dos revisores alertar o Comitê Editorial para qualquer conflito de interesse ou circunstância que possa impedi-los de realizar a tarefa de avaliação de forma ideal e objetiva.

Política de preservação digital

Mediante o sistema LOCKSS (Lots of Copies Keep Stuff Safe), a revista Dixit garante um arquivo permanente e seguro. LOCKSS é um programa de código aberto desenvolvido pela Biblioteca da Universidade de Stanford que permite às bibliotecas conservar revistas web selecionadas buscando regularmente nas revistas registradas recompilar o novo conteúdo publicado e arquivá-lo. Cada arquivo é validado continuamente com registros de outras bibliotecas, de forma a poder restaurar qualquer conteúdo corrompido ou perdido. Os artigos possuem DOI (Digital Object Identifier) ​​concedido pela agência de registro Crossref. Mediante a Rede de Preservação PKP (PKP Preservation Network) também se proporciona preservação para qualquer revista que se encontre no Open Journal Systems.


[Home] [Corpo editorial] [Instruções aos autores] [Assinaturas]


Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional

© 2016 Universidad Católica del Uruguay. Facultad de Enfermería y Tecnologías de la Salud
Av. 8 de Octubre 2738
Montevideo - Uruguay. CP 11600.
Teléfono: (598) 2487 27 17 int. 6567