SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 special issueESTABILIDAD HEMODINÁMICA EN PACIENTES CON ENFERMEDAD SISTÉMICA SEVERA MÚLTIPLE SOMETIDOS A AMPUTACIÓN DE MIEMBRO INFERIOR CON BLOQUEO DE NERVIO PERIFÉRICO GUIADO POR ULTRASONIDOLA MESA DE DISECCIÓN VIRTUAL ¿UNA REALIDAD A LA COMPRENSIÓN DE LA ANATOMÍA? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Anestesia Analgesia Reanimación

Print version ISSN 0255-8122On-line version ISSN 1688-1273

Anest Analg Reanim vol.30 no.spe Montevideo Nov. 2017

 

Resumen

ANESTESIA REGIONAL PARA HERNIORRAFIA INGUINAL EM PACIENTE PORTADOR DE CARDIOMIOPATIA HIPERTROFICA ASSIMETRICA: RELATO DE CASO.

Liége Caroline Immich1 

Fabiana Specht1 

Priscila Sartoretto Dal Magro1 

Vasco Miranda Jr1 

1UFCSPA- Universidade Federal de Ciencias da Saúde de Porto Alegre, Brasil. Email: liegecaroline@hotmail.com


Resumen

Introdução:

A cardiomiopatia hipertrófica assimétrica é uma doençade hipertrofia de ventrículo esquerdo e do septo interventricular. Há aumento da obstrução de saída do ventrículo esquerdo, da força contrátil; diminuição do volume diastólico final do ventrículo esquerdo e da resistência vascular periférica aumentando o consumo de oxigênio com risco de isquemia subendocárdica e arritmias. Relato de paciente portador de cardiomiopatia assimétrica submetido à herniorrafia inguinal aberta sob sedação e bloqueio de nervo ílio inguinal.

Relato de Caso:

Paciente masculino, 61 anos, ASA III, Índice de Massa Corporal: 27,42 kg/m², ex-tabagista, diabético, hiperplasia prostática, marcapasso e cardiomiopatia hipertrófica. Mallampati IV. Ecocardiograma: fração de ejeção de 70%, cardiomiopatia hipertrofica com acometimento de septo anterior basal. Gradiente máximo telessistolico 105 mmHg, sobrecarga atrial esquerda e disfunção sistólica do ventrículo esquerdo padrão déficit de relaxamento alterado. Paciente não aceita raquianestesia. Monitorização: cardioscopia, pressão não invasiva, oximetria e capnografia. Optado pelo bloqueio ílio inguinal e sedação. No intra-operatorio, paciente estável hemodinamicamente, recebendo vasopressor. Tempo cirúrgico: 45 minutos.

Conclusão:

Nossos objetivos: manter a contratilidade do miocárdio a freqüência cardíaca, a pré pós-carga e evitar hipotensão arterial. Mantivemos a pré-carga adequada não infundindo cristalóide rapidamente, evitando variaçõeshemodinâmicas bruscas utilizando vasopressor, no caso, Metaraminol (predominantemente α-aderenergico), Drogas com atividade β-Adrenérgica agonista, naosao opções adequadas. Ainda, optou-se pela realização da anestesia regional, por nao influenciar na fisiologia da cardiopatia. Concluindo, medidas simples como o planejamento anestésico de acordo com a fisiopatologia da doença, a cooperação entre equipes são determinantes no sucesso anestésico.

Palavras chave: anestesia regional; bloqueio ílio inguinal; cardiomiopatia hipertrófica

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons