SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 issue1Beyond the dialectics between deterioration and gentrificationHomeland or fire. Discursive analysis of an Open Letter about fires on islands in the Paraná Delta (year 2020) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Revista Uruguaya de Antropología y Etnografía

Print version ISSN 2393-7068On-line version ISSN 2393-6886

Abstract

SCHNEIER, Patricia; PONCE, Agustina  and  ASCHERO, Carlos. Arte rupestre, etnografia e memória coletiva. O caso de Cueva de las Manos, Patagônia, Argentina. Rev. urug. Antropología y Etnografía [online]. 2021, vol.6, n.1, pp.71-85.  Epub June 01, 2021. ISSN 2393-7068.  http://dx.doi.org/10.29112/ruae.v6.n1.4.

Cueva de las Manos (Patagônia, Argentina) é um sítio emblemático declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Nele se apresenta uma grande quantidade de painéis de arte rupestres realizados em diferentes momentos, entre 9400 e 2500 anos AP. Sobre o amplo repertório dos grafismos e cenas que nele foram representados, selecionamos dois temas: cenas de caça, guanacas gestantes em relação aos negativos de mãos. Tomando como referência registros documentais etnográficos que preservaram as narrações míticas do povo Tehuelche, além dos relatos de cronistas e viajantes, estamos propondo linhas interpretativas que se relacionam com os temas por nós selecionados para a análise da arte rupestre, representados milhares de anos atrás. Refletimos, assim, sobre os aportes que a analogia histórica pode brindar a nossa intenção de uma “arqueologia antropológica” e à construção de uma memória coletiva.

Selecionamos dois temas: cenas de caça e guanacas grávidas em relação aos negativos de mão

Keywords : Arte rupestre; analogía histórica; memória coletiva; Cueva de las Manos; Patagônia.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )