SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 número3Causas de muerte de pacientes con insuficiencia cardíaca con fracción de eyección reducida en seguimiento por un programa multidisciplinarioMigración infrecuente de tuberculosis extrapulmonar primaria: reporte de caso índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Revista Uruguaya de Medicina Interna

versión impresa ISSN 2393-6797versión On-line ISSN 2393-6797

Resumen

PEREZ, Laura et al. Fibroscan como diagnóstico de hipertensão portal em pacientes cirróticos. Rev. Urug. Med. Int. [online]. 2019, vol.4, n.3, pp.26-34.  Epub 01-Dic-2019. ISSN 2393-6797.  http://dx.doi.org/10.26445/04.03.3.

Introdução:

A hipertensão portal é uma síndrome comum nas doenças hepáticas crônicas. Dentre suas etiologias, destaca-se a cirrose hepática, responsável na grande maioria dos casos. Desde a incorporação da Elastografia de Transição (Fibroscan) no Uruguai, não foram realizados estudos nacionais que relacionem os resultados obtidos por essa técnica com a presença de PHT em pacientes cirróticos.

Objetivo:

Caracterizar a população cirrótica diagnosticada por Fibroscan atendida na Policlínica de Hepatologia do Hospital Pasteur.

Material e Métodos:

Foram estudados pacientes com diagnóstico de cirrose hepática de qualquer etiologia assistida e controlada na Policlínica de Hepatologia do Hospital Pasteur no período de 2015 a 2018.

Resultados:

Foram incluídos no estudo 49 pacientes, dos quais 34 apresentavam elementos de hipertensão portal foi encontrada maior prevalência de cirrose hepática em homens com etiologia alcoólica e infecção pelo vírus da hepatite C. Foi encontrada associação entre valores de Fibroscan ≥ 15 kPa e presença de hipertensão portal. Não foi possível demonstrar associação estatisticamente significante entre valores de Fibroscan ≥ 15 kPa e presença de varizes esofágicas gástricas e / ou gastropatia por hipertensão portal.

Conclusões:

O ponto de corte utilizado no Fibroscan é útil para o diagnóstico da hipertensão portal. É necessário continuar realizando fibrogastroscopia para o diagnóstico de hipertensão portal.

Palabras clave : Hipertensão portal; elastografia de transição; cirrose hepática; varizes esofágico-gástricas.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )