SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Una aproximación al análisis audiovisual y narrativo de la película RomaEl hombre híbrido: El fantasma de la inmortalidad en las narrativas audiovisuales y publicitarias índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Inmediaciones de la Comunicación

versión impresa ISSN 1510-5091versión On-line ISSN 1688-8626

Resumen

CELEDON BORQUEZ, GUSTAVO. O problema político-ontológico da imagem digital: O legado do filme ensaio como forma de resistência subjetiva. Inmediac. Comun [online]. 2021, vol.16, n.1, pp.135-157.  Epub 01-Jun-2021. ISSN 1510-5091.  http://dx.doi.org/10.18861/ic.2021.16.1.3003.

A imagem digital, abordada pelo prisma artístico ou cinematográfico, exige ultrapassar as barreiras que delimitam o audiovisual a uma prática artística determinada e considerar o problema sócio-político, e mesmo ontológico, que hoje propõe. Este problema consiste em um processo de de-subjetivação imposto pelo discurso digital. Neste sentido, três importantes teses conduzem este artigo. Em primeiro lugar, a imagem digital é pensada como apresentação ou interface de um mundo estruturado pela linguagem, sendo esta última a verdadeira operadora dos processos de de-subjetivação. Isso indica, em segundo lugar, que processos de subjetivação são possíveis no trabalho audiovisual na medida em que podem subverter a imagem digital; ou seja, separada do seu código. Em terceiro lugar, um olhar analítico nos diz que a tradição do filme ensaio é fundamental para a compreensão desse trabalho de subversão subjetiva da imagem nesta era digital, visto que seus eixos principais apostam pela subjetivação e a resistência à linguagem, à codificação e à classificação.

Palabras clave : imagem digital; ideologia; linguagem; subjetividade; ensaio cinematográfico.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )