SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue2Possible compositions: crossing the pluriverse of encounters with deafnessThe Logics of Moral Work in Telemedicine: Disputes on the Legitimacy of Digital Health Policies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Psicología, Conocimiento y Sociedad

On-line version ISSN 1688-7026

Abstract

TORO LEYTON, José Matias. Montagem de uma Rede de Atores Biossociais: A Associação de Familiares de Pacientes Psiquiátricos (AFAPs) nas políticas de saúde mental chilenas. Psicol. Conoc. Soc. [online]. 2019, vol.9, n.2, pp.168-187.  Epub Dec 01, 2019. ISSN 1688-7026.  http://dx.doi.org/10.26864/pcs.v9.n2.10.

O presente artigo busca compreender as práticas sócio-materiais que estão produzindo o surgimento do grupo de familiares de pacientes psiquiátricos (AFAPs) em contiguidade com as transformações das políticas públicas de saúde mental no Chile. Nesse sentido, a princípio as mudanças nas regulações regulatórias das políticas de saúde mental são contextualizadas até a adoção da perspectiva de comunidade, para então discutir, a partir dos conceitos de Cidadania Biológica/Neuroquímica e Biossocialidade, as possibilidades analíticas que elas fornecem para entender a especificidade do ativismo social na saúde mental. Metodologicamente, algumas ferramentas analíticas da teoria ator-rede (TAR) são apresentadas, pois permitiram abordar a rede de práticas sócio-materiais que possibilitaram o surgimento do grupo. Finalmente, quatro assemblages identificados durante a investigação são descritos e as conclusões são apresentadas associadas à caracterização do ativismo implantado e suas implicações políticas.

Keywords : Saúde mental; associação familiar; biossocialidade; cidadania neuroquímica.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )