SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número1Influencia de los síntomas de depresión en las funciones neuropsicológicas después del accidente cerebrovascularInvestigaciones contemporáneas en Psicología Educacional índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Ciencias Psicológicas

versión impresa ISSN 1688-4094versión On-line ISSN 1688-4221

Resumen

AZEREDO BOLZE, Simone Dill et al. Táticas de resolução de conflitos conjugais e parentais em famílias sul-brasileiras. Cienc. Psicol. [online]. 2019, vol.13, n.1, pp.67-81. ISSN 1688-4094.  http://dx.doi.org/10.22235/cp.v13i1.1810.

O objetivo do presente estudo foi investigar a relação entre táticas de resolução de conflitos conjugais e parentais, reportadas por mães e pais de famílias com crianças de 4 a 6 anos. Trata-se de uma amostra comunitária de famílias provenientes do sul do Brasil, composta por 300 participantes (150 mulheres e 150 homens), que compunham casais heterossexuais, os quais responderam individualmente aos seguintes instrumentos: Questionário Sociodemográfico, Revised Conflict Tactics Scales (CTS2) e Parent-Child Conflict Tactics Scales (CTSPC). Por meio de análises estatísticas que envolveram um conjunto de MANOVAS, constatou-se que as táticas de resolução de conflitos parentais de Disciplina Não Violenta, Agressão Psicológica e Punição Corporal, combinadas, diferiram com êxito os grupos de mães e pais, no que se refere à prática de Negociação, Agressão Psicológica e Violência Física, na relação conjugal. Os resultados remetem ao efeito spillover, indicando que a tensão das interações conflitivas conjugais transborda para a relação parental

Palabras clave : relações conjugais; conflito conjugal; relações familiares; relações pais-criança; violência na família.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )