SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.91 número3Prevalencia de sobrepeso y obesidad en niños uruguayos en los últimos 20 años: revisión de la bibliografía nacionalCaracterísticas epidemiológicas y clínicas de los niños hospitalizados con síndrome febril prolongado. Centro Hospitalario Pereira Rossell, Uruguay índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Archivos de Pediatría del Uruguay

versión impresa ISSN 0004-0584versión On-line ISSN 1688-1249

Resumen

ARCE, Manuela; PAULLIER, Felipe; NOTEJANE, Martín  y  GONZALEZ, Virginia. Características epidemiológicas, clínicas e evolutivas de crianças hospitalizadas por herpes zoster em um centro de referência em Uruguai entre os anos de 2008 e 2019. Arch. Pediatr. Urug. [online]. 2020, vol.91, n.3, pp.139-146.  Epub 01-Jun-2020. ISSN 0004-0584.  http://dx.doi.org/10.31134/ap.91.3.3.

Introdução:

o herpes zoster (HZ) é uma infecção neurocutânea causada pela reativação do vírus varicela zoster (VZV), nos casos de imunidade afetada. É um motivo raro de internação em pediatria.

Objetivo:

descrever as características epidemiológicas, clínicas e evolutivas de crianças hospitalizadas por HZ no Centro Hospitalar Pereira Rossell (CHPR), entre 2008 e 2019.

Materiais e métodos:

estudo retrospectivo através da revisão dos prontuários médicos. Incluíram-se crianças menores de 15 anos hospitalizadas por HZ em salas de atendimento moderado do CHPR. Não foi possível incluir crianças internadas no Serviço de Hemato Oncologia. Analisaram-se idade, sexo, imunidade, vacinação contra varicela, clínica, tratamento e evolução.

Resultados:

incluíram-se 13 crianças (0,01% das internações no período), mediana de idade: 10 anos; 8 meninas; imunossupressão secundária 4 crianças; 3 infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) e 1 em tratamento imunossupressor para leucemia linfoblástica tipo B. Dois casos tinham apresentado varicela anteriormente. Houve 11 casos vacinados contra varicela: 9 com uma dose e 2 com duas doses. Todos apresentaram erupção cutânea e prurido vesicular, topografia: extremidades 6, torácica 4 e oftalmológica 3; 11 com sintomas extracutâneos (dor neuropática). Onze crianças receberam tratamento antiviral, 6 casos apresentaram complicações (impetigo leve).

Conclusões:

houve poucas hospitalizações por HZ. A manifestação clínica predominante foi uma erupção vesicular associada a prurido e dor. As complicações foram leves. Novos estudos incluindo crianças hospitalizadas com câncer e pacientes ambulatoriais são necessários para continuar caracterizando essa causa de internação.

Palabras clave : Herpes zoster; Criança hospitalizada; Epidemiologia.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )