SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.91 número3Características epidemiológicas, clínicas y evolutivas de niños hospitalizados por herpes zóster en un centro de referencia de Uruguay. Años 2008-2019 índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Archivos de Pediatría del Uruguay

versión impresa ISSN 0004-0584versión On-line ISSN 1688-1249

Resumen

DELFINO, Marcos; RAUHUT, Brigitte  y  MACHADO, Karina. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças uruguaias nos últimos 20 anos: revisão da bibliografia nacional. Arch. Pediatr. Urug. [online]. 2020, vol.91, n.3, pp.128-138.  Epub 01-Jun-2020. ISSN 0004-0584.  http://dx.doi.org/10.31134/ap.91.3.2.

Introdução:

existe uma preocupação nacional em relação ao aumento da prevalência de obesidade e sobrepeso em crianças nas últimas décadas.

Objetivos:

descrever a evolução da prevalência de obesidade e sobrepeso em crianças uruguaias nos últimos 19 anos através do analise das pesquisas publicadas.

Materiais e método:

analisaram-se diferentes bancos de dados para pesquisar a prevalência de obesidade e sobrepeso em crianças menores de 18 anos no Uruguai entre 2000 e 2018. Descrevemos a prevalência comparando 2 períodos: 2000-2009 e 2010-2018, para o caso de crianças com menos de 5 anos de idade. Comparamos as médias ponderadas para cada período e faixa etária e descrevemos a prevalência por sexo.

Resultados:

analisaram-se 6 estudos entre 2000 e 2009 e 11 entre 2010 e 2018. No primeiro período, para crianças menores de 5 anos, a prevalência de obesidade/sobrepeso relatada apresentou uma média ponderada de 7,7%; para crianças acima de 5 anos, foi de 15% para sobrepeso e 8,3% para obesidade. No segundo período, para crianças menores de 5 anos, a prevalência de sobrepeso/obesidade foi de 11,5% (média ponderada) para as crianças acima de 5 anos, a prevalência média sobrepeso foi de 25,2% e a prevalência média de obesidade, de 9,7%. A comparação de prevalência das médias ponderadas mostrou diferenças significativas.

Conclusões:

para o caso de crianças menores de 5 anos, documentou-se um aumento na prevalência de sobrepeso/obesidade. Para crianças com mais de 5 anos de idade, ambas prevalências aumentaram significativamente.

Palabras clave : Sobrepeso; Obesidade; Criança; Adolescente; Prevalência; Fatores de risco.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )