SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.89 issue5High flow nasal cannula oxygen therapy for the treatment of low respiratory infections in pediatric moderate care, Florida Department, UruguayUrticaria and anaphylaxia at a Pediatric Emergency Department in a uruguayan reference hospital: clinical and epidemiological trial author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Archivos de Pediatría del Uruguay

Print version ISSN 0004-0584On-line version ISSN 1688-1249

Abstract

ESTRAGO, Virginia et al. Uma abordagem ao problema do sobrepeso/obesidade e hipertensão em crianças. Arch. Pediatr. Urug. [online]. 2018, vol.89, n.5, pp.301-310. ISSN 0004-0584.  http://dx.doi.org/10.31134/ap.89.5.2.

Os fatores de risco como a hipertensão arterial (HAS) e a obesidade estão presentes nas crianças desde cedo e persistem até a idade adulta. A detecção precoce desses fatores de risco é fundamental para o estabelecimento de estratégias preventivas eficazes. O objetivo deste estudo é determinar a prevalência da hipertensão arterial em escolares de 10 a 13 anos de idade em escolas públicas de Montevidéu, para conhecer a prevalência de sobrepeso e obesidade e sua possível relação com a hipertensão.

População e métodos:

realizamos um estudo transversal com amostra representativa de escolares entre 10 e 13 anos de escolas públicas em Montevidéu, entre outubro de 2015 e junho de 2016. Medimos a pressão arterial (PA) e o estado nutricional a partir das seguintes medidas antropométricas: peso, altura e circunferência da cintura. Os diagnósticos foram estabelecidos seguindo as recomendações do Quarto Relatório para o Diagnóstico, Avaliação e Tratamento da Hipertensão Arterial em Crianças e Adolescentes. O estado nutricional foi diagnosticado com base no Índice de Massa Corporal (IMC) de acordo com os critérios da OMS de 2007 e circunferência da cintura (CC) de acordo com as referências de Fernández J, et al.

Resultados:

1346 crianças foram pesquisadas em 48 escolas. O estudo incluiu 1297 crianças, 708 do sexo feminino, com uma idade média de 11,8 anos. 1120 crianças mostraram tensão arterial normal, pré-hipertensão (pré-HTA) 79 e HTA 98. O estado nutricional é o peso foi normal em 783 crianças, 347 tiveram excesso de peso, e 148 em 24 crianças tiveram obesidade ou obesidade severa. A prevalência de pré-HTA para crianças de 10 a 13 anos de escolas públicas de Montevidéu foi 7,3% (IC: 5,6 a 8,9) e a prevalência de hipertensão foi de 7,8% (IC: 6,1-9 6). Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes na prevalência de pré-HTA e HTA com relação a sexo, idade ou estrato sociocultural. A prevalência de pré-HTA e HTA em crianças com peso normal foi de 11,4% em comparação com crianças com excesso de peso que mostram 21,9% (p = 0,003). Encontramos uma associação estatisticamente significativa entre CC maior que P90 e a presença de valores alterados de PA.

Conclusões:

Este estudo encontrou uma alta prevalência de pré-HTA e HTA, maior ainda que os dados dos relatórios nacionais anteriores. Confirmamos uma associação positiva entre pré-HTA e HTA e sobrepeso e a obesidade, avaliada pelo IMC, e com CC maior que P90 na crianças da faixa etária estudada.

Keywords : Obesidade pediatrica; Sobrepeso; Hipertensão; Prevalência; Inquéritos e questionários.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )