SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.89 suppl.1Resultados del estudio electrofisiológico y ablación en niños de hasta 13 años con técnica mínimamente invasivaConsumo de bebidas en niños de cuarto año escolar y su relación con sobrepeso-obesidad índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Archivos de Pediatría del Uruguay

versión impresa ISSN 0004-0584versión On-line ISSN 1688-1249

Resumen

MACHADO, Karina; GIL, Patricia; RAMOS, Inocencio  y  PIREZ, Catalina. Excesso de peso / obesidade em crianças de idade escolar e seus fatores de risco. Arch. Pediatr. Urug. [online]. 2018, vol.89, suppl.1, pp.16-25. ISSN 0004-0584.  http://dx.doi.org/10.31134/ap.89.s1.2.

Introdução:

o sobrepeso e a obesidade são um problema de saúde pública com prevalência crescente em crianças uruguaias. O diagnóstico precoce e a identificação de fatores de risco são fundamentais para o seu tratamento e prevenção.

Objetivos:

avaliar a prevalência de sobrepeso / obesidade em escolares e identificar fatores de risco.

Metodologia:

estudo transversal, realizado entre julho / 2015 e julho / 2016 para crianças com 4 e 5 anos de idade de escolas públicas e privadas nas cidades de Rivera e Montevidéu. Foram coletadas variáveis patronímicas, peso ao nascer, dados sobre sua dieta no primeiro ano de vida e dados antropométricos. A pesquisa perguntou sobre a frequência de consumo de alguns alimentos e o nível de atividade física. Descrevemos a prevalência de sobrepeso / obesidade e comparamos fatores de risco, consumo de alimentos e atividade física entre crianças com e sem sobrepeso / obesidade.

Resultados:

318 crianças participaram do estudo; 28,3% tinham sobrepeso, 14,5% eram obesos. As crianças com e sem sobrepeso / obesidade não apresentaram diferenças significativas em relação ao sexo, por frequentar escolas públicas, com baixo peso ao nascer ou por causa dos alimentos recebidos no primeiro ano de vida. A maior proporção de crianças com sobrepeso / obesidade consume biscoitos, bolachas, salgadinhos, doces e guloseimas e permanece por mais de 6 horas sentada; a menor proporção passou mais de 60 minutos / dia de jogos ao ar livre (p <0,05).

Conclusões:

a prevalência de sobrepeso / obesidade no grupo avaliado foi alta. O consumo de alimentos hipercalóricos e a menor atividade física foram significativamente associados ao seu desenvolvimento. A etapa de educação escolar é um momento crucial na modificação de hábitos que possibilitem a prevenção do transtorno.

Palabras clave : Sobrepeso; Obesidade; Fatores de risco; Exercício; Prevalência.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )