SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue1Classification of cardiomyopathies. One goal, many proposalsArrhythmia-induced cardiomyopathy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Revista Uruguaya de Cardiología

Print version ISSN 0797-0048On-line version ISSN 1688-0420

Abstract

LOZANO, David Serrano  and  VILCHEZ, Francisco González. Cardiomiopatia não compactada. Rev.Urug.Cardiol. [online]. 2019, vol.34, n.1, pp.284-306. ISSN 0797-0048.  http://dx.doi.org/10.29277/cardio.34.1.20.

A cardiomiopatia não compactada é um distúrbio caracterizado por morfologia anômala do miocárdio, com organização em duas camadas diferenciadas: camada fina epicárdica bem desenvolvida e compacta, e outra camada endocárdica espessa de aspecto esponjoso, com trabéculas e recessos intertrabeculares proeminentes. Em alguns casos está associada à dilatação ventricular e disfunção sistólica, o que leva à insuficiência cardíaca, arritmias cardíacas e complicações tromboembólicas. Não está completamente claro se é uma cardiomiopatia definida como tal ou se é um traço fenotípico compartilhado por muitas outras patologias subjacentes. Para o seu diagnóstico, a ecocardiografia representa a primeira ferramenta a ser utilizada, com vários critérios diagnósticos definidos até o momento, embora com pouca correlação entre eles. Ressonância Cardio-Magnética, com critérios diagnósticos bem estabelecidos, tenta superar as limitações da ecocardiografia. O tratamento baseia-se no manejo das complicações de acordo com as diretrizes da prática geral. Definimos recomendações quanto à triagem das mesmas e o prognóstico é muito variável, embora o conhecimento que temos da patologia até o momento ainda seja muito limitado.

Keywords : Cardiomiopatia; Miocárdio nao compactado; Genética; Critérios de diagnóstico.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )