SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2Responsabilidad ética de los médicos en Uruguay: resultados del primer sexenio de funcionamiento del Tribunal de Ética MédicaSistematización de los abordajes en las fracturas del platillo tibial índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

DELGADO, Edward et al. Consumo de álcool, relação com o trauma e sua gravidade. Rev. Méd. Urug. [online]. 2019, vol.35, n.2, pp.101-126.  Epub 01-Jun-2019. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.35.2.5.

Introdução:

no Uruguai não existem estudos que mostrem não somente os resultados de alcoolemia em traumatizados como também sua associação com a gravidade do trauma. Desde 2016 conta com a Lei de Tolerância 0 baseada no princípio de que a alcoolemia positiva é um fator de risco para a gravidade do trauma.

Objetivos:

descrever o perfil epidemiológico dos traumatizados e estudar a associação existente entre o consumo de álcool e a gravidade do trauma.

Materiais e métodos:

estudo transversal que incluiu todos os pacientes que apresentaram um evento traumático e foram atendidos no Departamento de Emergência do Hospital de Clínicas no período 1 de março - 31 de agosto de 2017. Os dados foram levantados prospectivamente e uma amostra de alcoolemia foi coletada a todos os pacientes. Foram incluídas variáveis relacionadas aos pacientes e à gravidade do traumatismo. A associação entre as alcoolemias positivas e a gravidade do trauma foi analisada.

Resultados:

foram incluídos 121 pacientes; 28% apresentaram alcoolemia positiva e 27% apresentaram trauma severo. As alcoolemias positivas estavam associadas com a gravidade do trauma (p < 0,0001). Os resultados não mostraram associação entre o nível de alcoolemia e a gravidade do trauma (p = 0,323).

Conclusões:

o consumo de álcool está significativamente associado com a gravidade do trauma. Nosso estudo mostra que os traumatismos são graves somente pela presença de alcoolemias positivas independentemente de seu nível o que respalda a implementação da Lei de Tolerância 0.

Palabras clave : Consumo de bebidas alcoólicas; Ferimentos e lesões; Índices de gravidade do trauma.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )