SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número1Métodos de tortura del terrorismo de Estado en Uruguay y valoración médico-legal de su idoneidad para causar lesiones graves o gravísimasSíndrome de Budd-Chiari asociado a síndrome antifosfolípido índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

CUBAS, Santiago et al. Hepatectomia em dois tempos para as metástases hepáticas de origem colorretal. Rev. Méd. Urug. [online]. 2019, vol.35, n.1, pp.136-149.  Epub 01-Mar-2019. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.35.7.

As opções terapêuticas para o tratamento das metástases hepáticas de origem colorretal mudaram muito nos últimos 20 anos. Atualmente a cirurgia é um pilar fundamental no tratamento dos pacientes portadores desta patologia. A sobrevida dos pacientes que podem ser submetidos a uma ressecção completa do tumor pode chegar a 40% em 5 anos. Estes resultados oncológicos tão estimulantes fazem com que as equipes cirúrgicas esforcem-se por conseguir ressecções hepáticas extremas que estavam contraindicadas anteriormente. Desenvolveu-se então, a cirurgia de remodelação hepática que consiste em alterar o fluxo portal buscando uma hipertrofia do fígado sadio e a atrofia do patológico. Descreve-se um caso que pretende mostrar uma das duas cirurgias de remodelação mais utilizadas no mundo - a hepatectomia em dois tempos com oclusão do fluxo portal. Discute-se a indicação, a oportunidade da cirurgia, o beneficio oncológico e a viabilidade da realização da mesma no nosso meio.

Palabras clave : Neoplasias colorretais; Metástase neoplásica; Hepatectomia em dois estágios; Veia porta; Resultado do tratamento.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )