SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue1Bilateral video-assisted thorascopic sympathectomy. A 10 years' experienceMultidisciplinary approach to chronic pain. Results and challenges author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Revista Médica del Uruguay

Print version ISSN 0303-3295On-line version ISSN 1688-0390

Abstract

SOSA, Andrea et al. Análise da laparoscopia diagnóstica e estudos de imagem no manejo da dor na fossa ilíaca direita de etiologia incerta. Rev. Méd. Urug. [online]. 2019, vol.35, n.1, pp.59-83.  Epub Mar 01, 2019. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.35.4.

Introdução:

a dor na fossa ilíaca direita (FID) é um motivo habitual de consulta habitual nos Serviços de Urgências. O principal desafio é diferenciar entre um quadro cirúrgico e um não cirúrgico.

Objetivo:

conhecer o papel da laparoscopia diagnóstica (LD), do ultrassom de abdômen e da tomografia computada (TC) no algoritmo de estudo dos pacientes com dor na FID com diagnóstico incerto no Uruguai.

Método:

estudo observacional, descritivo, prospectivo, multicêntrico sobre pacientes que consultaram por dor na FID no período 1º de junho - 31 de agosto del 2017 em Centros Assistenciais no Uruguai. Em una planilha electrónica foram incluídos os seguintes dados: sexo, idade, sintomatologia, achados físicos, exames solicitados, conduta tomada, achados intra-operatórios e complicações.

Resultados:

foram preenchidas 159 planilhas. Depois de uma avaliação primaria foram definidas dúvidas diagnósticas em 69 (43,4%) pacientes. Foram solicitadas TC a 29 (42%) pacientes; 78% dos pacientes com mais de 50 anos vs 18% dos pacientes com idades entre 15 e 29 anos. 13 (44,8% do total) tiveram laudo “normal”, confirmando apendicite aguda em 4 (30,7%) durante cirurgia. Foram realizadas 29 LD nos casos com dúvida diagnóstica sem dos terços em pacientes de 15 a 29 anos. Em 22 (76%) casos foi possível definir um diagnóstico. Não se registraram complicações.

Conclusões:

a LD permitiu realizar diagnóstico e tratamento na maioria dos casos. A sensibilidade da TC foi baixa em comparação com dados internacionais. O algoritmo diagnóstico deve ser individualizado, baseado em protocolos adaptados aos recursos de cada instituição.

Keywords : Dor na fossa ilíaca direita; Apendicite aguda; Laparoscopia.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )