SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue1Bilateral video-assisted thorascopic sympathectomy. A 10 years' experienceMultidisciplinary approach to chronic pain. Results and challenges author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Médica del Uruguay

Print version ISSN 0303-3295On-line version ISSN 1688-0390

Abstract

SOSA, Andrea et al. Análise da laparoscopia diagnóstica e estudos de imagem no manejo da dor na fossa ilíaca direita de etiologia incerta. Rev. Méd. Urug. [online]. 2019, vol.35, n.1, pp.59-83.  Epub Mar 01, 2019. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.35.4.

Introdução:

a dor na fossa ilíaca direita (FID) é um motivo habitual de consulta habitual nos Serviços de Urgências. O principal desafio é diferenciar entre um quadro cirúrgico e um não cirúrgico.

Objetivo:

conhecer o papel da laparoscopia diagnóstica (LD), do ultrassom de abdômen e da tomografia computada (TC) no algoritmo de estudo dos pacientes com dor na FID com diagnóstico incerto no Uruguai.

Método:

estudo observacional, descritivo, prospectivo, multicêntrico sobre pacientes que consultaram por dor na FID no período 1º de junho - 31 de agosto del 2017 em Centros Assistenciais no Uruguai. Em una planilha electrónica foram incluídos os seguintes dados: sexo, idade, sintomatologia, achados físicos, exames solicitados, conduta tomada, achados intra-operatórios e complicações.

Resultados:

foram preenchidas 159 planilhas. Depois de uma avaliação primaria foram definidas dúvidas diagnósticas em 69 (43,4%) pacientes. Foram solicitadas TC a 29 (42%) pacientes; 78% dos pacientes com mais de 50 anos vs 18% dos pacientes com idades entre 15 e 29 anos. 13 (44,8% do total) tiveram laudo “normal”, confirmando apendicite aguda em 4 (30,7%) durante cirurgia. Foram realizadas 29 LD nos casos com dúvida diagnóstica sem dos terços em pacientes de 15 a 29 anos. Em 22 (76%) casos foi possível definir um diagnóstico. Não se registraram complicações.

Conclusões:

a LD permitiu realizar diagnóstico e tratamento na maioria dos casos. A sensibilidade da TC foi baixa em comparação com dados internacionais. O algoritmo diagnóstico deve ser individualizado, baseado em protocolos adaptados aos recursos de cada instituição.

Keywords : Dor na fossa ilíaca direita; Apendicite aguda; Laparoscopia.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )