SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue3Impact of the Uruguayan Road Safety Act on road traffic death rateRabies: 99.9% deadly, 100% preventable author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Médica del Uruguay

Print version ISSN 0303-3295On-line version ISSN 1688-0390

Abstract

PISABARRO, Raúl et al. Um programa de exercícios de 20 semanas melhora os marcadores de status cognitivo, inflamatórios e metabólicos em pacientes diabéticos tipo 2. Rev. Méd. Urug. [online]. 2018, vol.34, n.3, pp.62-85. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.34.3.2.

A diabetes mellitus tipo 2, em 90% dos casos, é devida à insulina-resistência e é um determinante de risco para demência vascular e doença de Alzheimer. A inflamação sistêmica e crônica, de baixo grau de intensidade determina perda de sensibilidade à insulina no cérebro e deterioro cognitivo.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto de um programa de exercícios de vinte semanas sobre o status cognitivo (incluindo qualidade de vida) e inflamatório em uma amostra de diabéticos mellitus tipo 2 cujo diagnóstico foi realizado em um período menor ou igual a dez anos, atendidos no sistema nacional integrado de salud.

Método:

o estudio foi clínico, aberto, randomizado e controlado com pacientes atendidos no primeiro nível de atenção. Dos168 pacientes diabéticos tipo 2 recrutados, 41 cumpriam com os critérios de inclusão. A amostra foi dividida em dois grupos homogêneos. Ambos os grupos foram submetidos a uma bateria de testes cognitivos e coleta de sangue para medir marcadores inflamatórios e metabólicos, antes e depois do programa de exercícios.

Resultados:

no grupo de intervenção, a melhoria cognitiva e de qualidade de vida estavam relacionadas a diminuição significativa dos marcadores de inflamação: IL-6 e ferritina, bem como dos marcadores metabólicos. No entanto, o grupo controle não mostrou nenhuma melhoria.

Conclusões:

a aplicação precoce e periódica do programa de vinte semanas de exercícios controlados, ou outro similar, no tratamento dos pacientes diabéticos mellitus tipo 2 atendidos no sistema nacional integrado de saúde (SNIS) pode contribuir para a prevenção do deterioro cognitivo e da doença de Alzheimer.

Keywords : Diabetes mellitus tipo 2; Qualidade de vida; Exercício.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )