SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue3Cumulative doses from computed tomography 2014-2017. Descriptive analysis of a population at the Clínicas HospitalA 20 week exercise program improves markers of cognitive, inflammatory and metabolic status in patients with type 2 diabetes author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Revista Médica del Uruguay

Print version ISSN 0303-3295On-line version ISSN 1688-0390

Abstract

VANERIO, Patricio; TROSTCHANSKY, Julio; MACHADO, Fernando  and  BARRIOS, Gerardo. Impacto da lei uruguaia de segurança rodoviária sobre a mortalidade por acidentes de trânsito. Rev. Méd. Urug. [online]. 2018, vol.34, n.3, pp.45-61. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.34.3.4.

Introdução:

os acidentes de trânsito são a oitava causa de morte no mundo e a primeira entre as pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Em 2007 foi criada no Uruguai a “Unidad Nacional de Seguridad Vial - UNASEV” (Unidade Nacional de Segurança Rodoviária) com o objetivo de consolidar políticas nacionais de segurança rodoviária e de promovê-las através de leis implementadas em todo o território nacional.

Objetivo:

analisar o impacto das novas leis de segurança rodoviária redigidas e sancionadas no período 2007-2010 sobre a mortalidade por acidentes de trânsito no Uruguai no período 2011-2015.

Métodos:

estudo retrospectivo descritivo. Analisamos o cumprimento das leis de trânsito aprovadas durante o período 2007-2010 e seu impacto sobre a mortalidade por acidentes de trânsito no período 2011-2015. Estudamos três medidas que agem diretamente sobre os fatores de risco mais frequentemente identificados nos acidentes de trânsito: álcool, velocidade e uso de capacete.

Discussão:

entre 2011 e 2015 a mortalidade media era 16 por 100.000 habitantes. Em 2015 a taxa de mortalidade foi a mais baixa do período passando de 17,4 em 2011 a 14,6 em 2015. No período 2007-2010, antes da implementação das medidas da UNASEV, a tendência era crescente sendo 465 o número de mortes por acidentes de trânsito em 2007 e 556 em 2010. Esta tendência foi interrompida justamente a partir de 2011.

Conclusão:

embora fosse observado um aumento na quantidade de veículos, do consumo de combustíveis e do ingresso de turistas, a mortalidade por acidentes de trânsito no período 2011-2105 diminuiu, resultado que pensamos esteja diretamente vinculado com o controle ativo dos fatores de risco, através das novas leis implementadas e criadas pela UNASEV.

Keywords : Acidentes de trânsito; Legislação; Mortalidade; Uruguai.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )