SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número3Dosis acumulada en tomografía computada 2014-2017: análisis descriptivo de una población del Hospital de Clínicas índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

LATTUADA, Gabriela et al. Nível de concordância entre pessoal treinado e não treinado em triagem, e um sistema informático automatizado. Rev. Méd. Urug. [online]. 2018, vol.34, n.3, pp.4-18. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.34.3.3.

A “triagem” -processo de classificação de pacientes por prioridades assistenciais- é uma ferramenta reconhecida para a gestão assistencial e administrativa dos Departamentos de Emergência. No Hospital de Clínicas, depois de oito anos de funcionamento, está disponível um processo de triagem automatizado e normalizado que funciona como base da organização para a abordagem qualificada das consultas.

O objetivo deste trabalho foi comparar a concordância da triagem realizada por pessoal de saúde treinado e não treinado previamente sem apoio informático, versus sistema informatizado, comparando os resultados em tempo real.

Observou-se um maior nível de concordância do pessoal treinado com os resultados do sistema informatizado, se comparamos com o pessoal não treinado.

O observador capacitado com mais resultados concordantes teve 55,9% de concordâncias com o sistema informatizado de triagem (19 concordantes de 34), e o que obteve menos resultados concordantes 32,4% de similitude (11 concordantes de 34). No grupo de no expertos a média global de concordância foi 41,5%. O observador experto teve 79,4% (27/34) de resultados iguais e um índice kappa respeito al sistema informatizado de triagem. O observador experto teve um índice de Kappa de 0,695, enquanto os observadores capacitados tiveram um índice kappa de 0.19 y 0.23 quando foram comparados com o sistema informático e o observador experimentado, respectivamente. Conclui-se que um período breve de treinamento em triagem não aumenta a concordância quando se compara com si e com um observador experimentado. Estes resultados deveriam ser validados em series maiores de pacientes.

Palabras clave : Triagem; Estudo comparativo; Processamento automatizado de dados.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )