SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue1Quality of life related to health in people with HIV and associated factorsMohs micrographic surgery in Uruguay: first 130 cases in cutaneous carcinomas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Related links

Share


Revista Médica del Uruguay

Print version ISSN 0303-3295On-line version ISSN 1688-0390

Abstract

ALVAREZ ARIAS, Diego et al. Câncer de cabeça e pescoço no Uruguai. Análise de sobrevivência em dois centros de referência. Rev. Méd. Urug. [online]. 2018, vol.34, n.1, pp.42-63. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.34.1.2.

Introdução:

o carcinoma epidermóide de cabeça e pescoço (HNSCC) é o câncer com maior prevalência em Otorrinolaringologia; no Uruguai é o quinto tumor em incidência e o sexto em mortalidade em homens. O objetivo deste estudo foi analisar a sobrevida global dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço em dois centros de referência de Montevidéu.

Métodos:

fez-se uma análise retrospectiva da sobrevida global de 436 pacientes diagnosticados com HNSCC no período 2005-2015. A sobrevida foi estudada pelo método de Kaplan-Meier em relação ao estádio tumoral, topografia, estatus de tabaquismo e alcoolismo dos pacientes. Para estudar a interação das variáveis com possível importância no prognóstico utilizou-se o modelo de regressão de Cox.

Resultados:

a mediana de sobrevida global dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço na nossa serie foi de 35,8 meses (23,5-48,1, IC 95%), sendo superior para o câncer de laringe ao do resto dos pacientes com câncer de outros sítios anatômicos, 77,3 (49,3-105,2, IC 95%) versus 26,2 meses (20,7-48,1, IC 95%, p < 0,001). Não se observou diferença entre a sobrevida global de fumantes e não fumantes. O grupo dos não alcoolistas apresentou uma melhor sobrevida global que o grupo dos alcoolistas, 72,4 (39,1-105,7, IC 95%) versus 26,7 (19,9-33,6 IC 95%). A análise multivariante identificou o estádio e o alcoolismo como fatores prognósticos independentes na nossa serie.

Conclusões:

a mediana de sobrevida global da nossa serie é similar à descrita na bibliografia internacional. Os pacientes com câncer de laringe apresentam maior sobrevida que os pacientes com câncer de outros sítios otorrinolaringológicos. Dos fatores de risco clássicos, na nossa serie o consumo de álcool impacta negativamente na sobrevida dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço.

Keywords : Neoplasias de cabeça e pescoço; Tabagismo; Alcoolismo; Sobrevida; Uruguai.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )