SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número4Transmisión vertical del Trypanosoma cruzi. Consideraciones y recomendaciones acordadas en la Mesa Final de laJornada índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

CAMOU, Teresa; ZUNINO, Pablo  y  HORTAL, María. Alarma por la resistencia a antimicrobianos: situación actual y desafíos. Rev. Méd. Urug. [online]. 2017, vol.33, n.4, pp.104-127. ISSN 0303-3295.

A crescente resistência aos antimicrobianos (RAM) é um problema grave que, se não for combatido rapidamente, pode comprometer a saúde das próximas gerações, com um retorno à era pré-antibiótica. Considerando esta ameaça, os organismos sanitários internacionais convocaram todos os países para coordenar novas estratégias de luta contra a RAM, promovendo um enfoque de saúde, com a participação de diferentes atores e instituições. Este manuscrito proporciona informação atualizada, explicando que a RAM não é mais um dilema médico, mas um fenómeno complexo que afeta também a produção agro veterinária, o desenvolvimento e a economia dos países. A exposição a antibióticos contribui para a seleção de mutantes resistentes e favorece a transferência horizontal de elementos genéticos móviles como plasmídeos, integrons e tranposons que portam vários genes de resistência contra distintas famílias de antibióticos. As antibioticoterapias, mesmo em situações justificadas, exercem pressões seletivas que favorecem o predomínio de mutantes bacterianos resistentes, e, portanto é preciso evitar as infeções, otimizando a higiene e o uso de vacinas. Também foram feitos ensaios com terapias alternativas, por exemplo, baseadas em bacteriófagos ou probióticos. O Plano de Ação Mundial para controlar a RAM, proposto pela OMS, OIE e FAO compreende cinco objetivos: melhorar a consciência e o conhecimento sobre resistência antimicrobiana; reforçar a vigilância e a pesquisa; reduzir a incidência das infecções; otimizar o uso de antimicrobianos, e garantir um financiamento duradouro que assegure a persistência das ações de controle.

Palabras clave : Farmacorresistência bacteriana; Antibacterianos; Saúde global; Planos e programas de saúde..

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )