SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3Cáncer de páncreas: epidemiología de su mal pronósticoActualización acerca de colistina (polimixina E): aspectos clínicos, PK/PD y equivalencias índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

FACCIOLA, Nicolás; MARTINEZ, Marcela; MORGADE, Paula  y  BRIVA, Arturo. Prueba de ventilación espontánea en pacientes ventilados: evaluación del cumplimiento de pautas protocolizadas contra análisis del equipo asistencial. Rev. Méd. Urug. [online]. 2017, vol.33, n.3, pp.58-78. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.33.3.4.

Introdução:

a duração ideal da Assistência Ventilatória Mecânica (AVM) gera debate e incerteza. A tentativa de desmame precoce leva ao fracasso e ao aumento da mortalidade, enquanto o desmame tardio aumenta o risco do paciente. A utilização de testes de ventilação espontânea (TVE) são seguras e identificam razoavelmente os pacientes que já estão em condições para o desmame. No entanto, a adesão a pautas protocolizadas é muito variável e a implementação de evidencia científica no nível clínico falha.

Objetivo:

analisar a interação entre as pautas de desmame de AVM e a avaliação médica para a tomada de decisões

Material e método:

trabalho descritivo, prospectivo, com entrevista a médicos na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) sobre sua avaliação da condição do paciente para realizar um TVE. A opinião do médico e a avaliação feita de acordo com o protocolo da UCI foram comparadas. As coincidências e discrepâncias entre opinião de médicos e protocolo foram analisadas.

Resultados:

27 pacientes e 46 médicos foram incluídos. As coincidências representaram 85,4%, das opiniões mesmo quando se observaram elementos de “confusão” na decisão médica, tanto em coincidências como discrepâncias. O mais frequente estava relacionado com o estado de consciência do paciente.

Discussão e conclusões:

a avaliação da consciência é fundamental para a assistência diária, mas não para o TVE. Sua inclusão estava presente em quase um terço das respostas obtidas, com diferencias sobre a realização do TVE. Este aspecto deve ser considerado tanto na docência como na assistência para otimizar os tempos para a realização de TVE e do desmame da AVM

Palabras clave : Respiração artificial; Desmame do respirador; Teste de funçãorespiratória; Protocolos.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )