SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3SIRS como predictor de severidad en la pancreatitis aguda índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

PISANI, Adriana; VACAREZZA, Mariela  y  TOMASINA, Fernando. Estudio de 14 casos de brucelosis en trabajadores de un frigorífico como enfermedad profesional. Uruguay 2009-2010. Rev. Méd. Urug. [online]. 2017, vol.33, n.3, pp.9-25. ISSN 0303-3295.  http://dx.doi.org/10.29193/rmu.33.3.1.

Este estudo foi realizado em 14 trabalhadores de uma mesma indústria frigorífica que contraíram brucelose, que foram diagnosticados e atendidos na clínica do seguro de acidentes e doenças ocupacionais no Uruguai. Os trabalhadores foram à Clínica de Medicina Ocupacional do Departamento de Salud Ocupacional, Hospital de Clínicas, no período 2009-2010 para assesso ramento em saúde ocupacional.

O objetivo deste trabalho é descrever e caracterizar as condições de trabalho e as manifestações clínicas dos 14 trabalhadores de uma empresa com diagnóstico de brucelose que foram à clínica do Departamento no período compreendido pela revisão.

Foi realizado um estudo descritivo baseado em registros anteriores proporcionados pelos trabalhadores diagnosticados com brucelose. As entrevistas foram realizadas no consultório do Departamento de Salud Ocupacional, no período janeiro de 2009 - julho de 2010. Os dados obtidos dos prontuários cedidos pelos trabalhadores e da história laboral foram ingressados a uma base estadística (EPI info 2000).

Dos 14 indivíduos estudados 2 eram mulheres e 12 homens, que apresentaram como sintomas mais frequentes: astenia, mialgias, febre, artralgias, sudoração e cefaleias. Oito trabalhadores pertenciam ao setor de abate, 3 a evisceração e currais, 2 a limpeza e 1 a manutenção. A época de ano na qual foram registrados o maior número de casos foi janeiro, fevereiro e março de 2009, coincidindo com um aumento no abate de animais. O tempo de assistência foi prolongado, coin cidindo com outros trabalhos consultados.

Conclusões:

as características do processo de trabalho e a presença do agente biológico no ambiente são determinantes para o surgimento da doença nos trabalhadores expostos. Os pilares fundamentais na prevenção desta patologia estão baseados na capacitação dos trabalhadores e empregadores.

É imprescindível realizar melhorias no ambiente geral de trabalho e nas condições nas se realizam as tarefas, como nexo vincular entre o processo e o provável dano à saúde.

Palabras clave : Brucelose; Condiciões de trabalho.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )