SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3Capacidad resolutiva del primer nivel de atención: experiencia de la Unidad Docente-Asistencial de Medicina Familiar y Comunitaria de Paysandú (2014)Evaluación del estado nutricional de yodo en una población de embarazadas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Médica del Uruguay

Print version ISSN 0303-3295On-line version ISSN 1688-0390

Abstract

GONZALEZ, Evangelina et al. Estudio del ratio de FLT3-ITD como factor pronóstico en leucemias agudas mieloides: primeros casos estudiados en Uruguay. Rev. Méd. Urug. [online]. 2016, vol.32, n.3, pp.145-151. ISSN 0303-3295.

Resumo Introdução: nos últimos anos observou-se um avanço significativo do conhecimento biológico da leucemia aguda mieloide (LAM) que fez com que o tratamento destes pacientes seja orientado por seus perfis citogenético e molecular. As duplicações internas no tandem do gen FLT3 (FLT3-ITD) são as mutações mais frequentes na LAM e conferem um mal prognóstico em pacientes com risco citogenético intermediário. Foi descrito que uma proporção de FLT3-ITD elevada (relação entre a quantidade do alelo portador de ITD e do alelo selvagem) está vinculada com um maior prognóstico adverso. Objetivo: padronizar uma técnica, não disponível no Uruguai, para determinar a proporção de FLT3-ITD em pacientes portadores de LAM com risco citogenético intermediário. Discutir os primeiros casos de LAM FLT3+ cuja proporção foi calculada. Materiais e métodos: para a detecção de FLT3-ITD, foi realizada a ampliação de um fragmento correspondente aos exons 14 e 15 do gen em amostras de medula óssea no inicio da doença. Nos casos positivos, a proporção de FLT3-ITD foi determinada usando análise de fragmentos por eletroforese capilar. Resultados: neste trabalho mostramos a padronização de um método para a determinação da proporção de FLT3-ITD e os primeiros casos estudados no nosso país. Foram estudados 12 pacientes e a presença de FLT3-ITD foi determinada em 3. Em dois casos a proporção de FLT3-ITD era menor que 0,8 e em 1 caso maior ou igual a 0,8. Conclusões: contamos com uma técnica de determinação da proporção de FLT3-ITD com importante valor prognóstico para pacientes portadores de LAM.

Keywords : ACUTE MYELOID LEUKEMIA; FLT3-ITD; CYTOGENETIC ANALYSIS.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License