SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número3Evaluación del cuestionario de calidad de vida relacionada con la salud: functional assessment of HIV infection, en pacientes portadores del virus de inmunodeficiencia humanaExpresión tumoral de HER-2, receptores de estrógenos y de progesterona y su relación con características clínico-patológicas en pacientes uruguayas con cáncer de mama índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

DANZA, Álvaro; CRISTIANI, Federico  y  GIACHETTO, Gustavo. Reacciones adversas a los medicamentos en un servicio de medicina interna del Hospital Universitario. Rev. Méd. Urug. [online]. 2010, vol.26, n.3, pp.138-144. ISSN 1688-0390.

Resumo Introdução: a implem algoritmo de Karch y Lasagna entação de estratégias de farmacovigilância (FV) intensiva no meio clínico pode contribuir a um melhor conhecimento da magnitude das patologias causadas por medicamentos. Objetivo: estimar a freqüência e as características das reaçoes adversas a medicamentos (RAM) através de FV intensiva em pacientes internados em um serviço de medicina interna do Hospital das Clínicas "Dr. Manuel Quintela". Material e método: Realizou-se um estudo observacional prospectivo. Fez-se anamnese farmacológica a todos los pacientes internados no período 31 de março - 4 de abril de 2008 em um serviço de medicina interna que conta com 40 camas. Foram incluídos todos os pacientes com suspeita de RAM e determinaram-se as causas com o algoritmo de Karch e Lasagna. Foram analisados os dados relativos a idade, sexo, medicamentos implicados, doença causada, gravidade e polifarmácia. Resultados: foram identificadas 21 RAM em 19 pacientes dos 48 internados no período considerado. A freqüência de RAM em pacientes internados foi de 43,7% (IC 95% 21-66). A idade média foi 73 anos, a maioria apresentava polifarmácia e comorbidade. Os medicamentos implicados mais freqüentemente foram cardiovasculares, anti-infecciosos de uso sistêmico e glicocorticóides. Os órgãos e sistemas mais afetados foram o sistema digestivo e cardiovascular. Três RAM foram consideradas graves. Conclusões: Neste serviço de internação as RAM são um problema com freqüência elevada. Pode ser que as características dos pacientes atendidos nessa unidade (idade avançada, freqüente comorbidade e polifarmácia) contribuam para isso. Destaca-se a importância da FV hospitalar intensiva como estratégia para de detecção de RAM e outros problemas relacionados com medicamentos.

Palabras clave : PHARMACEUTICAL PREPARATIONS [adverse effects]; DRUG TOXICITY.

        · resumen en Español | Inglés | Francés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons