SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número3Reacciones adversas a los medicamentos en un servicio de medicina interna del Hospital Universitario índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

FRANCOLINO, Carla et al. Evaluación del cuestionario de calidad de vida relacionada con la salud: functional assessment of HIV infection, en pacientes portadores del virus de inmunodeficiencia humana. Rev. Méd. Urug. [online]. 2010, vol.26, n.3, pp.129-137. ISSN 1688-0390.

Resumo Introdução: a qualidade de vida relacionada com a saúde (QVRS) se transformou em uma medida de eficácia em estudos clínicos de pacientes portadores do vírus de imunodeficiência humana (VIH) devido a efetividade dos tratamentos anti-retrovirais, a ponto de que se considera o VIH como uma doença crônica. Objetivos: avaliar um instrumento para medir a QVRS (FAHI) e sua relação com una serie de variáveis clínicas, psicológicas e sócio-demográficas de uma população de pessoas portadoras de VIH. Material e método: realizou-se um estudio analítico-descritivo da QVRS em pacientes portadores de VIH da Unidade de Medicina Preventiva do Centro de Salud del Sindicato Médico del Uruguay (CASMU). Foram estudadas a validade e a confiabilidade dos instrumentos utilizados. Resultados: o FAHI mostrou consistência interna adequada. A presença de uma contagem baixa de linfócitos CD4, um nível maior de carga viral para VIH, e/ou um estadiamento de etapa AIDS, segundo a classificação dos Centers for Disease Control and Prevention (CDC), não foram associadas a uma pior percepção da QVRS. A presença ou não de sintomatologia teria um peso maior na QVRS. Receber tratamento anti-retroviral estava relacionado com um melhor bem estar funcional tanto em homens como em mulheres; observou-se uma pior percepção de bem estar físico nas mulheres. Conclusão: o FAHI mostrou consistência interna adequada e validade correspondente ao instrumento original. Destaca-se a importância da valoração da QVRS no momento de decidir sobre o início ou sobre modificações do tratamento anti-retroviral (TARV). Com relação ao mal estar psicológico, o SCL90-R fez uma correlação positiva com a percepção da QVRS.

Palabras clave : QUALITY OF LIFE; QUESTIONNAIRES; HIV.

        · resumen en Español | Inglés | Francés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons