SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Factores predictores de éxito en el tratamiento del tabaquismo índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Médica del Uruguay

versión On-line ISSN 1688-0390

Resumen

PARDO, Laura et al. Sistema de referencia-contrarreferencia en pediatría Análisis de la situación en el Hospital Pediátrico del Centro Hospitalario Pereira Rossell. Rev. Méd. Urug. [online]. 2008, vol.24, n.2, pp.69-82. ISSN 1688-0390.

Resumo Introdução: no nosso país, como no resto do mundo, os sistemas de saúde estão submetidos a processos de modernização e reforma buscando adequar sua capacidade às necessidades da população. Dessa forma, a estrutura e a gestão do sistema de saúde são veículos importantes para atingir o objetivo. Para fazer um bom uso dessa rede, é fundamental garantir uma boa coordenação entre os diferentes níveis de atenção. Um sistema de referência e contra-referência (SRC) é uma ferramenta que coloca a disposição dos médicos, critérios e procedimentos homo-gêneos que permitem canalizar a demanda de serviços de saúde e utilizar o sistema de atenção de forma eficiente. Objetivos: analisar a derivação de pacientes ao Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar Pereira Rossell (HP-CHPR) através do Departamento de Emergência (DEP) e da Policlínica Pediátrica Geral de Referência (PPGR). Material e método: realizou-se um estudo descritivo a partir dos registros correspondentes a triagem das inter-consultas das policlínicas de atenção primária aos serviços de neuropediatria, pneumologia e gastroenterologia realizados na PPGR desde agosto de 2005 a dezembro de 2006. Também foram analisados os encaminhamentos realizados ao DEP do CHPR no período setembro- dezembro de 2006. Foram preparadas fichas codificadas tanto para avaliar a consulta com um especialista, bem como para avaliar o encaminhamento ao DEP. Foram calculadas porcentagens. Os dados foram processados utilizando Epi Info 6.04. Resultados: avaliação das crianças derivados a especialistas: 69% dos casos eram de Montevidéu. Depois da triagem, 69% das consultas foram derivadas à policlínica de referência. A especialidade mais solicitada foi neurope-diatria - 60% das referencias. Depois da triagem, das crianças referidas a neuropedia-tria 30% foi encaminhada a essa especialidade, 0.05% a gastroenterologia e 0,03% a pneumologia. A qualidade dos dados foi boa em 30% dos casos. O encaminhamento foi oportuno em 89% dos casos. Avaliação do encaminhamento ao DEP. 24% do total de consultas nesse período, foram realizadas por encami-nhamento. 7,6% foram analisadas. 73,2% era de Montevidéu e 20% de Canelones. Em 39% dos casos os pacientes foram enviados por sistemas de emergência móvel. 26% dos encaminhamentos foram realizados por pediatra e os demais por médico geral ou de família. O motivo mais freqüente foi por solicitação de especialista, 29,6%. A qualidade da referencia foi boa em 64%. 57% dos pacientes foram transladados em ambulância com médico; 58,5% desses pacientes não necessitava atenção de nível terciário. Conclusões: os resultados encontrados mostram uma utilização ineficiente dos recursos. É necessário estabele-cer medidas para racionalizar o sistema de atenção e promover sua eficácia. Propõem-se medidas para melhorar o funcionamento do SRC e o encaminhamento oportuno e adequado a especialistas no HP-CHPR.

Palabras clave : HOSPITALS, PEDIATRIC; URUGUAY; HEALTH SYSTEMS; DELIVERY OF HEALTH CARE; QUALITY OF HEALTH CARE; REFERRAL AND CONSULTATION.

        · resumen en Español | Inglés | Francés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons