SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número1Uso prolongado de espaciador en infección de cadera: nueva modalidad de tratamiento en dos tiemposEnfermedades priónicas en el ser humano en Uruguay: registro de los últimos 25 años índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Links relacionados

Bookmark

Revista Médica del Uruguay

versão impressa ISSN 0303-3295

Resumo

BERNADA, Mercedes et al. La presencia de los padres en los procedimientos médicos realizados a niños.: ¿Qué opinan los padres y niños uruguayos?. Rev. Méd. Urug. [online]. 2012, vol.28, n.1, pp. 21-34. ISSN 0303-3295.

Resumo Introdução: no Uruguai a presença dos pais juntamente com seus filhos durante a realização de procedimento é uma prática controvertida. Não existem pesquisas nacionais sobre esse tema, ou publicações que perguntem aos protagonistas: as crianças. Objetivo: conhecer a opinião de: - Pais sobre seu desejo de estar presente durante a realização de procedimentos médicos a seus filhos, - Crianças sobre seu desejo de estar acompanhadas por seus pais nesses momentos. Material e método: estudo descritivo, observacional, transversal. Inquérito anônimo semi-estruturado a pais e filhos em um hospital pediátrico e em centros de atenção primaria. Resultados: Foram incluídos 126 pais. Desejariam estar presente durante a realização dos seguintes procedimentos: 91% extração de sangue, 89% colocação de circuito venoso, 81% cateterismo vesical, 77% punção lombar e 70% intubação orotraqueal. 58 % dos pais acreditam que a decisão deve ser tomada pela família ou pela criança ou por ambas partes. Foram incluídas 130 crianças. Desejam que seus pais estejam com elas nos seguintes procedimentos: 93% punção lombar, 92% extração de sangue e 87% cateterismo vesical. Conclusões: a maioria das crianças quer estar acompanhada por seus pais quando se realizem procedimentos médicos. A maioria dos pais deseja estar presente e quer ser responsável pela decisão de estar ou não junto a seus filhos nesses momentos. É necessário que os profissionais e as instituições respeitem os direitos das crianças e adaptem suas condutas, políticas e normas às preferências e valores culturais de cada criança e família.

Palavras-chave : PROCEDIMIENTOS MÉDICOS; DERECHOS DEL NIÑO; DERECHOS DEL PACIENTE.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · pdf em Espanhol