SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número3Reacciones adversas a los medicamentos en un servicio de medicina interna del Hospital UniversitarioTos convulsa: estudio clínico y de laboratorio de una enfermedad reemergente en lactantes pequeños y adolescentes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Links relacionados

Bookmark

Revista Médica del Uruguay

versão impressa ISSN 0303-3295

Resumo

DELGADO, Lucía et al. Expresión tumoral de HER-2, receptores de estrógenos y de progesterona y su relación con características clínico-patológicas en pacientes uruguayas con cáncer de mama. Rev. Méd. Urug. [online]. 2010, vol.26, n.3, pp. 145-153. ISSN 0303-3295.

Resumo Introdução: o câncer de mama (CM), principal causa de morte por câncer em mulheres uruguaias, é uma doença heterogênea. O estudo da expressão tumoral do receptor do fator de crescimento epidérmico-2 (HER2), do receptor de estrógeno (RE) e do receptor de progesterona (RP) permite reconhecer subtipos com diferentes características clínico-patológicas e de evolução. Objetivos: conhecer o perfil de expressão tumoral de HER2, RE e RP e sua relação com as características clínico-patológicas em pacientes uruguaias com CM. Material e método: os prontuários de pacientes submetidas a cirurgia por CM invasivo em um período de dois anos foram revisados. Foram selecionadas as que incluíam a determinação de RE, RP e HER2 por imuno-histoquímica. O perfil de expressão destes marcadores foi comparado com a idade no momento do diagnóstico, tipo e grau histológico (GH) e estádio patológico (TNM). Resultados: foram selecionadas 197 pacientes cujas características eram idade media: 55 anos, carcinoma ductal: 85%, GH 1-2: 59%, estádio: I-II: 75%, metástases axilares: 51%, RE/RP+: 78%, HER2+: 10%. Foram definidos três subtipos: HER2- RE/RP+ (73%), HER2+ (10%) e triplo negativo (TN) (17%). Os subtipos TN e HER2+ estavam associados a um maior grau histológico (p<0,05) e o TN com menor idade no momento do diagnóstico (p<0,05) que o subtipo HER2-, RE/RP+. Conclusões: a porcentagem de pacientes com CM invasivo subtipo HER2+ (10%) é menor que o informado por outros estudos (17%-28%). No entanto houve concordância com estudos anteriores nos quais os subtipos TN e HER2+ estavam correlacionados com tumores mais indiferenciados e o TN em pacientes más jovens.

Palavras-chave : NEOPLASIAS DE LA MAMA -2 [patología]; RECEPTOR erbB-2 [análisis]; RECEPTORES ESTROGÉNICOS; RECEPTORES DE PROGESTERONA.

        · resumo em Espanhol | Inglês | Francês     · texto em Espanhol     · pdf em Espanhol