SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número2Centro especializado primario en ataque cerebrovascular: Primera experiencia en Uruguay - Informe preliminarEstudio comparativo de prevalencia del gen de la ECA en muestras de diabéticos y población general índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295

Resumen

BARRIOS, Patricia et al. Infecciones intrahospitalarias por adenovirus en niños asistidos en el Centro Hospitalario Pereira Rossell, 2001-2006. Rev. Méd. Urug. [online]. 2009, vol.25, n.2, pp. 102-109. ISSN 0303-3295.

Resumo Introdução: as infecções nosocomiais por adenovirus em crianças geralmente são mais graves que as adquiridas na comunidade. Desde 1999 a estratégia Plano de Inverno vem sendo desenvolvida com o objetivo de melhorar a atenção das crianças hospitalizadas por infecções respiratórias agudas baixas (IRAB) e prevenir as infecções intra-hospitalares (IH) por vírus respiratórios, especialmente os adenovirus. Apesar disso, nos últimos anos foram notificados casos de infecções intra-hospitalares por adenovirus no Centro Hospitalar Pereira Rossell; por essa razão descrevemos suas características no período 1º de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2006. Material e método: foi realizado um estudo retrospectivo descritivo baseado na revisão das histórias clínicas dos pacientes, na base de dados informatizada pediasis do hospital, versão 4.02M, nos registros da Comissão de Infecções Intra-hospitalares e Comitê de Falecidos do hospital. A amostra tinha 58 pacientes com mais de 29 dias de idade e menores de 5 anos com infecção respiratória aguda baixa intra-hospitalar viral confirmada pela detecção de antígenos de adenovirus nas secreções respiratórias por técnica imunocromatográfica ou imunofluorescência. Resultados: a maioria dos pacientes era do sexo masculino, sadios; 55% dos pacientes necessitaram internação na unidade de terapia intensiva, 10% apresentou seqüelas pulmonares na alta e 19% faleceu. Observa-se uma redução do número de IRAB intra-hospitalares nos últimos dois anos (2005-2006), não havendo registro de nenhum óbito.

Palabras llave : INFECCIONES HUMANAS POR ADENOVIRUS; INFECCIONES DEL TRACTO RESPIRATORIO; INFECCIÓN HOSPITALARIA.

        · resumen en Español | Inglés | Francés     · texto en Español     · pdf en Español