SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número3Mortalidad evitable en pediatría: Un aporte a la planificación de la atención a la salud de los niñosDificultad en el diagnóstico de tuberculosis en pacientes infectados por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH) y variables que determinan el inicio de un tratamiento empírico antituberculoso índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295

Resumen

VARELA, Gustavo et al. Escherichia coli enteropatógeno clásico (EPEC) asociado a casos de diarrea en niños usuarios del Hospital Pereira Rossell. Aspectos clínicos y características de las cepas involucradas. Rev. Méd. Urug. [online]. 2007, vol.23, n.3, pp. 153-163. ISSN 0303-3295.

Resumo Introdução: a doença diarréica aguda (DDA) é respon-sável por 12.000 mortes por dia de crianças na Ásia, África e América Latina. A Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC) é um virotipo diarreogênico importante e está associada a episódios de DDA em crianças menores de 5 anos que vivem nessas regiões. Objetivos: conhecer as manifestações clínicas dos casos de diarréia por EPEC em crianças atendidas em um serviço de Saúde Pública e definir as características das cepas encontradas. Material e método: foram estudadas 95 crianças com DDA. Para cada uma se abriu um protocolo clínico e foi realizado exame copromicrobiológico. As cepas EPEC foram detectadas por reação em cadeia da polimerase (PCR) para eae e foram completamente identificados incluindo as variantes genéticas do gen eae e bfp. Resultados: foram isoladas 26 cepas EPEC, sendo 15 cepas "típicas" e 11 em cultivos "atípicos". A variante mais freqüente de bfp foi b e foram identificadas 9 variantes de eae. A maioria das crianças infectadas com EPEC apresentava diarréia aquosa associada a vômitos, e febre em 50% dos casos. Em 20% dos pacientes se observou sangue e leucócitos fecais. Conclusões: como se observa em outras regiões, as cepas EPEC "típicas" aparecem como enteropatógenos freqüentes neste grupo de crianças. Os cultivos "atípicos" também tem um papel destacado como agentes causadores de diarréia. As características clínicas não são diferentes das comunicadas em crianças de países desenvolvidos com diarréia por EPEC e não foram observadas diferenças com os outros agentes.

Palabras llave : DIARREA INFANTIL [etiología]; DIARREA INFANTIL [epidemiología]; DIARREA INFANTIL [microbiología]; ENFERMEDAD AGUDA.; HECES [microbiología]; INFECCIONES POR ESCHERICHIA COLI [microbiología]; ESCHERICHIA COLI [aislamiento y purificación. ]; ESCHERICHIA COLI [patogenicidad].

        · resumen en Español | Inglés | Francés     · texto en Español     · pdf en Español