SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número2Impacto de la protocolización de la profilaxis antibiótica en la cesárea en el centro Hospitalario Pereira RossellPresentación clínica del hematoma subdural crónico en adultos: el gran simulador índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Médica del Uruguay

versión impresa ISSN 0303-3295

Resumen

KUSTER, Elbio et al. Incidencia de complicaciones arteriales y biliares en pacientes trasplantados de hígado en uruguay y utilidad de la ecografía Doppler para el diagnóstico de las mismas. Rev. Méd. Urug. [online]. 2007, vol.23, n.2, pp. 84-91. ISSN 0303-3295.

Resumo Introdução: atualmente o transplante hepático é o tratamento de eleição das hepatopatias crônicas em fase terminal. Este trabalho é o primeiro relato sobre este tema no país. Objetivos: avaliar a incidência de complicações arteriais e biliares em pacientes com transplante de fígado no Uruguai e determinar o rendimento da ecografia Doppler no diagnóstico das mesmas. Material e método: foram estudados retrospectivamente 13 transplantes de fígado realizados em 12 pacientes entre março de 1998 e novembro de 2001. Todos os pacientes foram submetidos a ecografia Doppler. Resultados: foram diagnosticadas complicações arteriais em seis casos (estenose: n=3; trombose: n=1; trombose e estenose: n=1; roubo esplênico: n=1) e complicações biliares em quatro (estenose: n =2; estenose e fuga: n=2). A sensibilidade da ecografia Doppler na detecção de complicações arteriais e biliares foi de 83% e 50%, respectivamente. Conclusões: a incidência de complicações arteriais foi maior à descrita por outros grupos sendo que a incidência de complicações biliares foi similar. A ecografia Doppler demonstrou ser útil na detecção de ambas complicações.

Palabras llave : TRASPLANTE DE HIGADO [efectos adversos]; ULTRASONOGRAFIA DOPPLER [métodos].

        · resumen en Español | Inglés | Francés     · texto en Español     · pdf en Español