SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número4Irradiación posprostatectomía radical: Confirmación de resultados preliminares previosInhibidor adquirido del factor VIII en paciente no hemofílico: Caso clínico – actualización índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Links relacionados

Bookmark

Revista Médica del Uruguay

versão impressa ISSN 0303-3295

Resumo

TOBAL, Diego et al. Pigmenturia e injuria renal aguda luego de percusión intensa de tambor . Rev. Méd. Urug. [online]. 2006, vol.22, n.4, pp. 299-304. ISSN 0303-3295.

Resumo Entre os individuos que tocam o atabaque regularmente é frequente a eliminação de urina ferruginosa depois de uma sessão de trabalho ("toque"). Desde 1999 atendemos alguns pacientes que apresen-taram urina ferruginosa e insuficiência renal aguda (IRA) depois de executar intensamente o tambor. Fizemos uma análise prospectiva de um grupo de pessoas depois de executarem intensamente o atabaque, para analizar a incidência de alterações urinárias e avaliar os possíveis mecanismos patogênicos. Material e método: depois de obter o consentimento informado foram recrutados indivíduos que participavam de dois grupos de "candombe", uma semana antes das "Llamadas". Foram obtidas amostras de urina e de sangue imediata-mente depois da ejecução do atabaque. Resultados: avaliamos 26 indivíduos (3 mulheres e 23 homens). A idade média era 32 anos, (17-54 anos). O exame de urina pré-execução fue normal en todos los individuos. Pós-execução 18/26 (0,70) apresentaram anomalias urinárias; 6/26 (0,23) mostravam urinas ferruginosas; 8/26 (0,35) microhematúria, e 7/26 (0,30) proteinúria superior a 1 g/l. A pesquisa de mioglobina foi negativa em todos os casos. Os indivíduos que apresentaram urinas ferruginosas depois da execução intensa do atabaque apresentaram níveis significativamente elevados de desidrogenase lática e bilirrubina total quando comparados con indivíduos sem anomalias urinárias. Não foram observadas diferenças significativas da creatina fosfoquinase plasmática entre ambos grupos. Conclusðes: estos dados sugerem que a emissão de urina ferruginosa é principalmente causada por hemólise extracorpuscular devida a traumatismo manual e não a rabdomiolise. Os indivíduos que executam instrumentos de percursão podem desenvolver IRA por hemólise.

Palavras-chave : INSUFICIENCIA RENAL AGUDA. PERCUSIÓN; Hemólisis.

        · resumo em Espanhol | Inglês | Francês     · texto em Espanhol     · pdf em Espanhol