SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.73 issue4Infecciones respiratorias agudas bajas en niños menores de tres años: Referencia a unidades de cuidado intensivoReanimación neonatal: descripción de tres diferentes equipos disponibles en la atención inmediata de los neonatos author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Archivos de Pediatría del Uruguay

Print version ISSN 0004-0584

Abstract

CAGGIANI, MARINA; BARREIRO, ANA  and  SCHOL, PALOMA. Infección urinaria en niños internados: características clínicas, bacteriológicas e imagenológicas. Arch. Pediatr. Urug. [online]. 2002, vol.73, n.4, pp. 203-211. ISSN 0004-0584.

A IU é uma doença nefrológica que com mais freqüência motiva internação em crianças. O objetivo deste estudo é realizar uma análise de características clínicas, bacteriológicas e imagenológicas em crianças internadas devido a esta patologia num Serviço de Pediatria. No período 09/2001-05/2002 ingressaram 60 crianças de 0-14 anos com diagnóstico de IU. O 85% foram crianças como menos de 2 anos com predomínio no sexo feminino > 65%. A febre constitui o sintoma mais freqüente, as manifestações digestivas foram as segundas, a síndroma cistítico observou-se em 10% dos casos. Escheríchia coli constitui um germe predominante: 81,7%, Klebsiella Proteus 3,3%, Enterobacter 1,7%. Constatou-se baixa sensibilidade destes germes à ampicilina e cefalotina, intermédia para TMP- SMX e alta para cerufoxime. A ecografia renal foi patológica em 19,3% dos casos com a baixa sensibilidade para detectar anomalias parenquimatosas demostradas por estudo centellográfico: 12,5%, assim como de refluxo vesicoureteral: 36%. O estudo com 99Tc DMSA mostrou 65% de resultados patológicos. A associação de febre, leucocitosis > 15.000 e proteína C positiva foi mais freqüente em casos de DMSA positivos: 44% em comparação aos casos de DMSA negativos: 12%. Em dois pacientes com resultados duvidosos do urocultivo este estudo permitiu realizar o diagnóstico de pielonefritis aguda. A uretocisografía retrograda demostrou RVU em 40,7% dos pacientes. A alta percentagem de crianças nas que não se logrou a realização deste estudo: 55%, alerta referente ao subdiagnóstico desta patologia e conduz a estudar diferentes estratégias para seu estudo.

Keywords : INFECÇÕES URINÁRIAS [etiologia]; DIAGNÓSTICO POR IMAGEM.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · pdf in Spanish