SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1Acceso inclusivo a la educación superior en Chile: Un análisis desde el capital social de estudiantes vulnerablesConvivencia digital y rendimiento académico universitario índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Links relacionados

Compartir


InterCambios. Dilemas y transiciones de la Educación Superior

versión impresa ISSN 2301-0118versión On-line ISSN 2301-0126

Resumen

GADELHA DOS SANTOS DARUB, Ana Keully.; CHAVES SOARES, Gardênia Lídia  y  KOHLS DOS SANTOS, Pricila. Formación docente inicial y las discusiones sobre la inclusión. Análisis del currículo del curso de pedagogía en una universidad pública de la región norte de Brasil. InterCambios [online]. 2020, vol.7, n.1, pp.43-53.  Epub 01-Jun-2020. ISSN 2301-0118.  http://dx.doi.org/10.2916/inter.7.1.5.

O direito a inclusão escolar de pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação é uma conquista que desencadeou a necessidade da formação docente voltar-se para a discussão desta temática. Neste processo de formação de futuros professores, a estrutura das matrizes curriculares está composta por disciplinas obrigatórias e específicas relacionadas com a educação inclusiva? A carga horária é suficiente e bem distribuída durante o curso? Elas se comunicam com a educação especial? Há pontos compatíveis e/ou divergentes com o currículo em relação às leis relacionadas com a educação inclusiva? Estes e outros questionamentos fazem parte de uma discussão que tem sido tema e preocupação de docentes e pesquisadores da área de educação e que nortearam as discussões do presente estudo. O objetivo geral da pesquisa foi identificar, no currículo da formação inicial, quais são as disciplinas ofertadas e se elas atendem as necessidades dos graduandos para que estes estejam aptos a desenvolver, através de suas práticas pedagógicas, aulas que contemplam as necessidades educacionais específicas de estudantes público-alvo da educação especial. A metodologia utilizada para a realização deste estudo caracteriza-se como pesquisa documental, de cunho mais qualitativo, não ignorando os aspectos quantitativos que contribuíram para a formulação de dados para análise. Os resultados apontam uma insuficiência de disciplinas com o objetivo de preparação para práticas educacionais inclusivas, contribuindo para uma formação docente embrionária a qual dificulta a inclusão dos alunos com necessidades educacionais específicas. Além disso, observou-se que não é suficiente inserir nos currículos dos cursos de formação de professores algumas poucas e generalistas disciplinas sobre a temática inclusão. Essas disciplinas precisam ser planejadas, com base na realidade escolar que o futuro professor irá fazer parte no exercício de sua profissão.

Palabras clave : inclusão educativa; formação docente inicial; currículo; pedagogia.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )