ISSN 1132-0214
ISSN versão on-line 2079-312x

INSTRUÇÕES AOS AUTORES



Guidelines da submissão

Processo de avaliação e publicação



Guidelines da submissão

INSTRUÇÕES PARA OS AUTORES (2020)


Política editorial.
Lingüística tem
como objetivo a difusão de pesquisas sobre temas relacionados
com as línguas espanhola, portuguesa e indígenas
americanas e com suas literaturas e culturas.

Recebe
artigos inéditos, nas distintas áreas das disciplinas
envolvidas. Também publica notas, ensaios e resenhas de obras
recentes. As colaborações devem estar escritas em
espanhol ou em português, línguas oficiais da ALFAL.
Lingüística é publicada em junho e dezembro de cada ano. 

O acesso à revista é livre. Pode ser consultado em www.mundoalfal.org e em www.facebook.com/mundo.alfal e em outros sites

O
detentor dos direitos é a Associação de
Linguística e Filologia da América Latina, ALFAL,
corporação sem fins lucrativos. 

Os
textos publicados poderão ser reproduzidos, no todo ou em parte,
desde que sejam citadas, de maneira adequada, sua procedência e
autoria. 

A partir do número 30 (2), de dezembro de 2014, a revista está protegida pela licença CC-by-NC (Creative Commons, uso não comercial) na rede SciELO.

NORMAS DE REDAÇÃO

Formato. Folha tamanho A4, com margens de 2,5cm, letra Verdana corpo 12, espaço simples e texto justificado. 


Extensão. Os
artigos poderão ter, no máximo, 20 páginas,
incluindo referências bibliográficas,
ilustrações e anexos. As notas terão, no
máximo, 10 páginas, e as resenhas, no máximo 6
páginas. 


Originais dos trabalhos. Deverão observar as seguintes normas: 


Título. Centralizado
e em maiúsculas, na língua em que é escrito o
artigo e, também, em inglês. Na linha seguinte, na margem
direita, em caixas alta e baixa, o nome do(s) autor(es), a
instituição e o e-mail. 

No
caso de afiliação institucional múltipla, apenas
uma instituição será consignada, a principal. A
instituição deve ser nomeada com seu nome completo,
evitando acrônimos. 

Por
fim, após o nome, instituição e endereço de
e-mail, o número ORCID do autor será anotado. No caso de
autoria múltipla, a revista considerará o primeiro nome
como o autor correspondente. 

Se não for esse o caso, deve ser anunciado quem cumprirá esse papel.


Resumo. Escrito
na língua do artigo e em inglês, com até 150
palavras, indicando objetivos, metodologia, resultados e
conclusões. Abaixo de cada resumo, indicar de 3 a 5
palavras-chave/
keywords. 


Seções. O
texto deve estar dividido em seções, identificadas em
números arábicos inteiros. As subseções (se
houver) virão numeradas em forma decimalizada (1.1., 1.2., 1.3.;
1.1.1., 1.1.2., etc.). 


Uso do itálico. Serão
escritos em itálico os termos técnicos e as palavras ou
frases em língua diferente da usada no corpo do trabalho. 


Ilustrações. Haverá
três tipos de ilustrações: a) tabelas
(informações qualitativas ou quantitativas dispostas em
linhas e colunas, b) gráficos (informações
processadas e apresentadas abstratamente 

através
de linhas, curvas, círculos ou outros meios); e c) Figuras
(fotos, desenhos, etc.). Eles devem ser numerados de forma correlativa
e com suas respectivas legendas SOB a ilustração em
questão e esta legenda, 

por sua vez, precedida por “Tabela/ gráfico/ figura X”.


Notas de rodapé. As eventuais notas ao texto serão colocadas no rodapé da página, em letra Verdana tamanho
10. No texto elas serão indicadas mediante um índice
sobrescrito, sem parênteses e, se for o caso, sempre antes dos
sinais de pontuação. 

Citações. As
citações textuais de menos de três linhas
serão integradas ao parágrafo, sendo destacadas com aspas
duplas. As citações mais extensas aparecerão com
recuo esquerdo. 

Depois
da citação, será anotada a fonte, entre
parênteses: sobrenome do autor, ano de publicação e
página(s). 

Exemplos: (Comrie 1981: 86), (Lahuerta e Puyol 1996: 122). 

Exemplos. Serão escritos em Verdana tamanho
9, identificados em números arábicos, sem
parênteses. No texto, será anotado o número entre
parênteses. 

Referências. As referências a autores no texto serão indicadas da seguinte forma: 

 Se
os dados fizerem parte do texto, aparecerá o sobrenome do autor
e, entre parênteses, o ano de publicação da obra:
Coseriu (1988), Ávila (2006: 95). 


(ii)
  Se os dados indicados não fizerem parte do texto, o nome
do autor será incluído entre parênteses: (Samper
1999), (Menéndez Pidal 1960: LI), (Bello e Cuervo 1847). 


(iii)   Se a obra tem mais de dois autores, registra-se o sobrenome do primeiro seguido de “et al.”: (Gougenheim et al. 1956). Nas Referências bibliográficas devem constar os nomes e sobrenomes de todos os autores. 


(iv)
  No caso de mais de um autor (ou Editor, ou Coordenador de
volumes coletivos, se o volume em questão é uma entrada
independente nas Referências) só do primeiro deles se
indicará em primeiro lugar o 

sobrenome
e, em segundo lugar, o nome; o segundo e os seguintes serão
indicados na ordem inversa. Ex.: “Paredes García,
Florentino y María Sancho Pascual. 2018. 

Influencia
de las expectativas de permanencia o retorno en la integración
sociolingüística de la población migrante en la
comunidad de Madrid,
RILI, XVI, 1 (= 31): 41-68”. 


(v)
  Será usada a conjunção “y” ou
“e” para coordenar nomes de autores, segundo a
língua em que esteja escrito o artigo (espanhol ou
português, respectivamente) 

independentemente da língua em que tenha sido escrito o texto citado. 

Por
exemplo, se o artigo que ilustra (iv) for citado por um autor que
escreve em português, o texto será referido no trabalho
como Paredes García e Sancho Pascual, 

da
mesma forma que nas Referências bibliográficas; se o texto
for escrito em espanhol, será referido como Paredes
García y Sancho Pascual.


(vi)
  O mesmo critério será seguido no uso da
preposição EM para indicar o livro ou a obra coletiva em
que se encontra o texto citado, isto é, se o texto 

que
se envia para a revista está escrito em espanhol, se
usará “en” e, se em português,
“em”, independentemente da língua em que esteja
escrito o texto citado.


(vii) 
Se houver mais de uma obra do mesmo autor, será acrescentada
sequência alfabética: Lucchesi 2001a, 2001b. 


(viii)  Se
na lista bibliográfica final (“Referências
bibliográficas”) um autor aparecer mais de uma vez, o nome
do autor será repetido quantas 

vezes forem as entradas de sua obra, evitando o uso da linha ( ______________ ) com o significado de "o mesmo autor da linha anterior".


(ix)  Todos e somente os trabalhos mencionados no texto devem figurar nas Referências bibliográficas

Referências bibliográficas. Vêm ao final do artigo. Os autores devem aparecer com seus nomes completos. 

Os títulos dos livros, revistas, atas, anais, teses ou dissertações virão escritos em itálico e somente com maiúscula inicial. 

Os
títulos de artigos em revistas, atas, ou capítulos de
livros, serão escritos em caracteres normais e somente com
maiúscula inicial. Os números de página
serão indicados em artigos, em revistas, em capítulos de
livros e em publicações de congressos. No caso de
comunicações não publicadas, se indicarão o
local e a data do evento respectivo. 


Deve-se
prestar especial atenção ao fato de que na
referência a um livro (de que tipo seja) NÃO PODEM FALTAR,
o autor, (ou os editores), 

o
título do livro, o ano de publicação, a cidade de
publicação e a editora. No caso de o número da
edição (2ª. 3ª. etc.) ser um dado relevante em
virtude de o livro

ter
sofrido modificações importantes a partir dessa
edição, isso deve também ser consignado. No caso
de periódicos, NÃO DEVEM FALTAR o autor (ou autores),

o
ano de publicação da revista, o título do artigo,
o nome da revista, volume e número, o número das
páginas entre as quais se encontra o artigo.
 


A seguir, alguns exemplos: 

Livros 

Neves, Maria Helena de M. 2000. Gramática de usos do português, São Paulo, Editora de UNESP. 


López Morales, Humberto. 2004. Sociolingüística,
3ª ed., Madrid, Gredos. (Indica-se a edição
só no caso de a obra ter sido significativamente modificada a
partir dessa edição).


Benveniste, Émil. 1977. Problemas de lingüística general, Tomo II, México, Siglo XXI. 



Artigos em revistas 

Ferguson, Charles. 1959. Diglosia, Word, 15: 325-340. 


Bosque, Ignacio e Juan Carlos Moreno. 1984. Las construcciones con lo y la denotación del neutro, Lingüística, 2: 5-50. 



Capítulos de livros ou edições compiladas 

Val Álvaro, José Francisco. 1999. La composición, em Ignacio Bosque e Violeta Demonte (diretores), Gramática descriptiva de la lengua española, Vol. 3, Madrid, Espasa: 4757-4839. 


Palacios,
Azucena. 2005. Aspectos teóricos y metodológicos del
contacto de lenguas: el sistema pronominal del español en
áreas de 

contacto con lenguas amerindias, en Volker Noll, Klaus Zimmermann e Ingrid Neumann-Holzchuh (eds.), El español en América. 

Aspectos teóricos, particularidades, contactos, Frankfurt/Madrid, Vervuert/Iberoamericana: 63-92. 



Edições antigas reeditadas ou reimpressas 


Díaz del Castillo, Bernal. [1583] 1991. Historia verdadera de la conquista de la Nueva España, editado por Carmelo Sáenz de Santa María, México, Alianza Editorial. 


O
recurso das duas datas, a primeira entre parênteses retos
([    ]), SERÁ SOMENTE USADO para textos antigos, com
mais de 100 anos publicados, 

para
distingui-los das edições modernas do texto, cuja data
aparecerá após o original. ESTE RECURSO NÃO DEVE
SER USADO PARA CITAR TRADUÇÕES,


colocando a data do original entre parênteses e depois a da
tradução. Nesse caso, o tradutor será nomeado da
seguinte maneira:


Sapir, Edward. 1956. El lenguaje. Introducción al estudio del habla (Tr. de Margit e Antonio Alatorre), México, Fondo de Cultura Económica.



Comunicação apresentada em um congresso (sem publicar) 


Hora,
Dermeval da. 1996. Comportamento das oclusivas dentais /t/ e /d/ na
comunidade pessoense, Comunicação apresentada no
XI Encontro Nacional da ANPOLL, João Pessoa, Paraíba, 3-6 junho 1996. 



Comunicação apresentada em um congresso (publicada)


Leitzke, Eva. 1990. On Ambivalent (De)nominal Adjectives, em Werner Bahner, Joachim Schildt y Dieter Viehweger (eds.),

Proceedings of the XIVth International Congress of Linguists (Berlin 1987), Berlin, Akademie Verlag: 676-680.



Teses ou dissertações de pós-graduação 


Só há três possibilidades de referências a teses e dissertações de pós-graduação:


A
tese ou a dissertação foi publicada como livro: neste
caso, cita-se como qualquer livro de um autor. Ex.: Laca, Brenda. 1986.
Die Wortbildung als Grammatik des Wortschatzes.

Untersuchungen zur spanischen Subjektnominalisierung, Tübingen, Gunter Narr Verlag. 


A tese ou a dissertação
é encontrada na INTERNET: neste caso, indica-se primeiro se
é tese de Doutorado ou dissertação de
Mestrado; 

em
seguida, a universidade em que foi defendida, a cidade em que
está situada a universidade, anota-se “[em linha]”
e, finalmente, sua localização, com esta
fórmula 

“Disponível em…” 

Ex.:
Garcia, Talita Storti. 2010. As relações concessivas no
português falado sob a perspectiva da Gramática
Discursivo-Funcional. Tese de doutorado, Universidade Estadual Paulista.

São José de Rio Preto. [em linha] Disponível em: http://repositorio.unesp.br/handle/11449/100114


A
tese ou dissertação é inédita: neste caso,
seguem-se os mesmos passos que no caso anterior, mas, depois da cidade,
se anota “Inédita”. 

Ex.: Pezatti, Erotilde Goreti. 1992. A ordem de palavras em português: aspectos tipológicos e funcionais, Tese de Doutorado, Universidade Estadual Paulista, Araraquara. Inédita. 



Documentos eletrônicos 


Borrego
Nieto, Julio. 2003. Norma hispánica y normas regionales en los
medios de comunicación, XIV Congreso Internacional de ASELE,
Medios de Comunicación y Enseñanza del Español como Lengua Extranjera, Burgos [en línea]. Disponible en: http://cvc.cervantes.es/ensenanza/biblioteca_ele/asele/asele_xiv.html 


Aspectos não cobertos nestas Instruções

Todos
os aspectos relacionados à organização e
edição do texto pelo autor que não são
mencionados aqui, responderão à vontade do autor,


mesmo que possam ser modificados, para maior uniformidade
estilística, no processo de revisão do manuscrito pelo
autor. editor



Notas 


Indicam-se
como “nota” trabalhos que não dão conta de
uma investigação pontual, mas sim de um tema geral,
tratado como ensaio científico, 

de preferência enfatizando enfoques que promovam debate. Será seguido o formato indicado para os artigos. 



Resenhas 


Serão
encabeçadas pelos dados completos da obra, número de
páginas e ISBN. O enfoque crítico será
privilegiado nas resenhas, 

que
deverão especificar o tema, o problema central da obra,
sintetizar seu conteúdo e destacar suas projeções.
Deverão também indicar quais são os
destinatários ou leitores potenciais da obra.



 

 

 Processo de avaliação e publicação


Processo de avaliação e publicação. As colaborações são analisadas, em primeiro lugar, do ponto de vista do cumprimento estrito dos requisitos formais exigidos (“Normas de redação”, v. abaixo). Se o artigo não estiver conforme essas exigências, o autor pode ser solicitado, uma única vez, a adequá-lo a elas. Se, feita a adequação, ainda persistirem impropriedades formais, o trabalho poderá não ser enviado à avaliação.

A avaliação propriamente dita é realizada pelo Comitê Editorial e por avaliadores externos, que podem ou não pertencer à Comissão Científica da revista. Os autores serão, oportunamente, comunicados sobre o recebimento, a aceitação ou a rejeição do trabalho. O processo editorial inclui o tratamento de todos os artigos enviados para a revista com o programa VIPER Anti Plagio. A ordem de publicação dos trabalhos aceitos ficará a critério do Diretor-Editor.


Envio de colaborações. Os originais devem ser enviados a elizaincin.alfal@gmail.com, com copia para rscavarelli@gmail.com no formato Word para Windows. Na mensagem se informarão o título do trabalho, o nome do(s) autor(es), o vínculo institucional, o telefone e o e-mail e numero ORCID do autor. As comunicações da revista com os autores serão feitas com o primeiro autor do artigo.

Além disso, cada autor de um artigo deverá expressar, em mensagem separada, seu acordo com as “Normas de comportamento ético” da revista. Em outro e-mail, eles devem declarar que conhecem e aplicaram estritamente as “Instruções para os autores”. Ambos as normas de comportamento ético e as instruções para os autores estão disponíveis em www.mundoalfal.org

Pelo próprio fato de submeter seu artigo para avaliação, os autores aceitam que ele (no caso de ser aprovado para publicação) seja reproduzido nas bases de dados em que a revista está indexada.

Os artigos serão recebidos a cada ano entre 1 e 31 de janeiro; se for necessário, se fará um novo call for papers no mês de agosto.

 

 


[Home] [Sobre a revista] [Corpo editorial] [Assinatura]


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
© 2014 Asociación de Lingüística y Filología de América Latina
Ignacio Medina 3251 / 1411
CP. 11700 Montevideo, Uruguay
Tel. (+598) 2336 0195


elizaincin.alfal@gmail.com